Argentina x Uruguai - Godin, Higuaín e Messi (Foto: Juan Mabromata/AFP)

Argentina x Uruguai - Godin, Higuaín e Messi (Foto: Juan Mabromata/AFP)

LANCE!
22/05/2019
17:10
MAIS QUE UM JOGO (MQJ)

Messi está confirmado na Copa América. Ele é um dos 23 convocados da Argentina para o torneio, que será disputado no Brasil, entre 14 de junho a 7 de julho. Maior artilheiro da seleção hermana, com 65 gols, o craque, aos 31 anos, ainda busca o primeiro título pelo time principal.

Após a Copa do Mundo da Rússia, Messi voltou à seleção em março. Ele perdeu o amistoso para a Venezuela. Agora, vai disputar a quinta Copa América da carreira – ele bateu na trave em 2007, 2015 e 2016, sendo vice-campeão.

Com a camisa da seleção argentina, Messi conquistou dois títulos: o Mundial Sub-20, em 2005, e a medalha de ouro da Olimpíada de 2008, em Pequim, na China. Veja o retrospecto do craque e as principais vítimas com a camisa de seu país:

Messi na Argentina

França x Argentina - Messi
Messi em ação pela Argentina (Foto: JEWEL SAMAD / AFP)

O craque disputou 129 jogos pela Argentina (seleção principal), com 77 vitórias, 28 empates e 24 derrotas. Ele soma 65 gols (uma média de 0,5 gol por partida) e 40 assistências.

Messi em competições e amistosos

Nigéria x Argentina - Messi comemora
Messi comemora contra a Nigéria (Foto: OLGA MALTSEVA / AFP)

Os 129 jogos do craque pela Argentina são divididos da seguinte maneira: 45 por Eliminatórias para Copa do Mundo (23 vitórias, 12 empates e dez derrotas), 44 amistosos (29 vitórias, seis derrotas e nove vitórias), 21 por Copa América (13 vitórias, sete empates e uma derrota) e 19 por Copas do Mundo (12 vitórias, três empates e quatro derrotas).

O craque marcou 30 gols em amistosos, 21 em jogos das Eliminatórias, oito em Copa América e seis em Copas do Mundo.

As principais vítimas de Messi

O Brasil vence a Argentina por 2 a 0 na China. Messi teve a chance de marcar em um pênalti, defendido por Jefferson
Brasil é uma das vítimas de Messi (Foto: FRED DUFOUR/AFP)

A primeira vítima do craque na seleção principal foi a Argélia, que levou os primeiros gols de Messi – ele fez dois em amistoso. Ao todo, o craque já balançou a rede de 28 países. Os que mais sofreram foram Brasil, Venezuela, Uruguai, Equador e Paraguai, que levaram quatro gols, cada um.
Messi já fez seis hat-tricks pela seleção argentina. As vítimas foram: Suíça (amistoso), Brasil (amistoso), Guatemala (amistoso), Panamá (Copa América), Equador (Eliminatórias) e Haiti (amistoso).

Messi na Copa América

HOME - Chile x Argentina - Copa América - Messi (Foto: Carlos Quezada/Agência Uno/Agif)
Messi sofreu contra o Chile (Foto: Carlos Quezada/Agência Uno/Agif)

O craque disputou o torneio em 2007, 2011, 2015 e 2016. Na primeira ocasião, foi vice-campeão – perdeu a final para o Brasil por 3 a 0 – e fechou o torneio com dois gols. A pior participação de Messi foi em 2011. A Argentina foi eliminada nas quartas de final para o Uruguai nos pênaltis.

A derrota em 2015 foi na final, nos pênaltis para o Chile. Messi marcou apenas um gol nesta edição. Na última Copa América, em 2016, nova decepção e novo vice para o Chile, nas penalidades. Foi a edição em que fez mais gols: cinco, com direito a um hat-trick.

Os parceiros de Messi na Copa América

Messi e Higuaín
Messi ao lado do parceiro Higuaín (Foto: AFP)

Em 2007, ele jogou ao lado de Crespo em dois jogos, de Tévez em outras duas partidas e com Diego Milito em uma oportunidade. O craque do Barcelona foi reserva em um duelo naquela ocasião. Na edição de 2011, ele teve a companhia de Tévez e Lavezzi duas vezes e Higuaín e Agüero nos outros dois jogos.

Em 2015, Agüero foi titular ao lado de Messi em cinco jogos. Higuaín formou dupla com o craque do Barcelona em uma partida. Na última edição, o craque começou como reserva em dois jogos. Depois, teve Higuaín como parceiro de ataque duas vezes e formou um trio com Higuaín e Lavezzi em outra partida.