Samsung

O aplicativo está disponível em duas versões, dependendo do processador usado (Foto: Reprodução/Samsung)

LANCE!
13/12/2020
13:27
São Paulo (SP)

Sem alarde, a Samsung Electronics disponibilizou na loja de aplicativos do Google o app Samsung GameDriver. Como o nome já diz, trata-se do software de controle do processador de vídeo integrado nos celulares da marca, neste caso apenas das linhas Galaxy S20 e Galaxy Note 20.

Prática comum nos computadores, sejam desktops ou notebooks, os drivers de vídeo têm a importante função de adicionar melhorias de desempenho e otimizações para jogos, além de corrigir problemas de compatibilidade com periféricos e novos lançamentos. A descrição do app na Play Store resume bem:

"Drivers de jogo para permitir a melhor experiência de jogo com desempenho gráfico aprimorado em dispositivos Galaxy"

-
Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.
-

No histórico de versão, o lançamento inicial do GameDriver cita melhoria no suporte aos games Black Desert, Fortnite e Call of Duty: Mobile. A observação destaca que o app continuará a receber atualizações para novos games.

O aplicativo está disponível em duas versões, dependendo do processador usado no celular. Para os modelos vendidos nos Estados Unidos, equipados com a CPU Snapdragon 865, a Samsung oferece o pacote Adreno (nome da GPU da Qualcomm).

Para as versões globais dos celulares — incluindo o Brasil —, a Samsung disponibiliza o pacote GameDriver — Mali (em referência à GPU Mali-G77 usada no chip Exynos 990).

A opção da Samsung de oferecer os drivers pela Play Store é um tanto curiosa, já que a empresa poderia simplesmente incluí-los na atualização mensal do sistema operacional oferecida aos aparelhos.

Geração gamer

Um ano atrás, durante o lançamento o processador Snapdragon 865, a Qualcomm anunciou a iniciativa Snapdragon Elite Gamer, com atualizações regulares dos drivers para a GPU Adreno, já aproveitadas por fabricantes como Xiaomi, Oppo e outras.

Pelo visto, a Samsung conseguiu convencer a britânica ARM — agora subsidiária da Nvidia, fabricante dos processadores gráficos GeForce — a fazer o mesmo. Segundo a fabricante sul-coreana, o Google também colaborou com o lançamento, que deve incluir suporte a novos jogos “em breve”.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech: