New X se consagrou a maior vitoriosa da temporada 2019

 New X levou para casa o prêmio de R$ 35 mil, além de vaga no Mundial (Foto: Rafael Arbulu)

LANCE!
23/07/2019
11:02
Rio de Janeiro (RJ)

É campeã e é MVP: a New X se consagrou a maior vitoriosa da temporada 2019 da Free Fire Pro League, em uma final com oito quedas que, ao contrário do que indicava o começo da competição, não foram lá tão acirradas.

Em uma única tarde na capital paulista, as quedas iniciais do torneio sinalizavam uma disputa mais aguerrida, combatida minuto a minuto. Entretanto, a rápida adaptação da New X — que enfrentava times bem consagrados, como INTZ, Vivo Keyd e a renomada LOUD — fez com que a equipe jovem assumisse a ponta, levando três das quatro quedas finais, além de consagrar Everton “Ubita” dos Santos o MVP da temporada.

O torneio

A segunda temporada da Pro League contou com a inscrição de 1.728 times, dos quais os 12 melhores do Brasil foram selecionados para o embate na final. Os favoritos ao título, antes do “troca-tiros” começar, eram a LOUD, Red Canids e a Vivo Keyd — esta última graças à presença de Ariano “Kroonos” Ferreira, MVP mundial da temporada passada.

-
Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.
-

Com a dúzia de equipes e 48 jogadores profissionais devidamente posicionados, era hora de começar o embate. As primeiras quatro quedas tiveram diferentes vencedores: New X levou a primeira, com Vivo Keyd, Red Canids e ICE Death pondo no bolso, respectivamente, o segundo, terceiro e quarto rounds.

Na segunda metade do torneio, a New X mostrou a que veio, assegurando a quinta, sexta e sétima quedas com relativa facilidade e, somado ao desempenho nas partidas o volume de abates por queda, a equipe liderou a tabela final com folga, atingindo a marca de 2.470 pontos e assegurando boa distância da Vivo Keyd, que ficou em segundo com 1.735.

Ranking Equipe Pontuação
1 New X 2.470
2 Vivo Keyd 1.735
3 STARS 1.585
4 RED Canids/Kalunga 1.470
5 Warriors Line 1.450
6 Los Grandes 1.410
7 RyZe United 1.280
8 LOUD 1.145
9 INTZ 1.120
10 Ice Death 965
11 Lendários 695
12 Brabox Team 415

Diante da vitória, a New X levou para casa o prêmio de R$ 35 mil, além de garantir vaga no mundial de novembro, a ser realizado no Brasil.

“Em todas as quedas, a gente tinha um plano para seguir e vimos uma chance de ganhar, então fomos até o último momento da competição”, disse Ubita.

“Passamos todos os dias treinando, focados. Nossa carreira até aqui é bem grande”, disse Andrade, outro membro da equipe. “Sabendo do potencial que todas as equipes tinham de ganhar, a sensação agora é muito boa”, completou.

A transmissão ao vivo, feita pelo canal oficial no YouTube, atingiu a marca de 800 mil espectadores. Se você perdeu o torneio, o vídeo abaixo reúne toda a competição, que durou aproximadamente cinco horas:

“Aqui é mobile!”

Um momento de destaque nas festividades que celebraram a campeã foi a alçada de Everton “Ubita” dos Santos à posição de MVP (Most Valuable Player, o jogador de maior valor, na tradução livre), nome atribuído ao competidor de maior destaque em toda uma competição.

Ressaltando a sua posição como jogador profissional de Free Fire, Ubita disse que o jogo e sua equipe não devem em nada para outras plataformas e títulos. “Bato de frente com qualquer um”, clamou enquanto recebia os louros de melhor jogador da temporada brasileira este ano.

New X recebendo o troféu de campeã da Free Fire Pro League 2019: equipe assegurou prêmio e vaga para o mundial (GIF: Rafael Arbulu)

Falando ao Canaltech, Ubita contou um pouco da sensação de se ver na posição de maior destaque da competição: “Eu sou amigo do Kroonos, acho que ele joga muito, é um cara diferenciado”, disse referindo-se ao MVP mundial da temporada passada, realizada na Tailândia. “Mas a sensação [de me tornar o MVP da temporada brasileira de 2019] é mesmo muito, muito boa”.

“Eu não acho que exista um preconceito [contra jogos mobile], mas há quem diga que, no PC, os jogadores levam uma certa vantagem. Mas a meu ver, todos estão jogando o mesmo título, estão no mesmo nível”, respondeu ele a perguntas dos jornalistas durante coletiva de imprensa.

A questão dos eSports mobile levantou dados interessantes: segundo a recente pesquisa Game Brasil 2019, o smartphone tornou-se a plataforma de escolha para o cenário competitivo dos gamers brasileiros, com 83% de adoção.

Mais além, levantamentos da Mobile Time/Opinion Box e Sensor Tower posicionam Free Fire, o jogo sensação da singapuriana Garena, como o título mais jogado nos smartphones brasileiros, além de ser o app mais baixado em uma avaliação geral, superando até mesmo softwares de outros mercados, como Netflix e Tinder.

(Foto: Rafael Arbulu)
(Foto: Rafael Arbulu)

Mundial verde-amarelo

Antes mesmo da competição ter o seu início, um anúncio foi feito aos presentes no evento: a rodada mundial da Free Fire Pro League 2019 será realizada em novembro de 2019 no Rio de Janeiro. A New X, como campeã da etapa brasileira, já assegurou a sua vaga no certame global. Também no Rio será realizada a Free Fire Pro League 3, que vai garantir uma última vaga no mundial.

As competições serão realizadas nos dias 9 de novembro (Pro League 3) e 16 de novembro (Free Fire World Series). No caso do torneio mundial, serão 12 equipes de diversos países disputando um prêmio de US$ 400 mil.

Ambas as ocasiões serão realizadas pela Garena no Rio Centro.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech: