Enzo Fittipaldi é um dos pilotos da Academia Ferrari

Enzo Fittipaldi durante uma das etapas da Fórmula 3 Regional Europeia (Divulgação/Prema Powerteam/RF1)

LANCE!
01/10/2019
15:55
São Paulo (SP)

O sucesso de Charles Leclerc na atual temporada de Fórmula 1 é animador para um piloto brasileiro em especial: Enzo Fittipaldi. A explicação é simples.  Membro do seleto grupo da Academia de Pilotos da Ferrari, Enzo pode seguir os passos de Leclerc para atingir o sonho de atuar na principal categoria do automobilismo. Isso porque o piloto monegasco é mais um exemplo de alguém saído da Academia para a F-1. Aliás, Leclerc é o primeiro piloto formado pelo programa a assumir uma vaga de titular na escuderia de Maranello. Ele fez parte da Academia até 2018, quando foi confirmado como parceiro de Vettel.     
A Academia de Pilotos da Ferrari (Ferrari Driver Academy) é uma iniciativa da equipe italiana para promover jovens talentos em sua própria organização. Alguns pilotos são selecionados e financiados pela Ferrari. O programa foi fundado em 2009, após a experiência com Felipe Massa. Contratado pela Ferrari em 2002, Massa foi piloto de testes e emprestado à Sauber. Em 2006 assumiu uma vaga de titular no time ao lado do alemão Michael Schumacher. 

O primeiro piloto contratado pela Academia Ferrari foi o francês Jules Bianchi, que faleceu após longo período hospitalizado devido a um trágico acidente no GP do Japão de 2013, quando estava emprestado à equipe Marussia.

A ideia da Academia é proporcionar uma preparação completa aos pilotos, com atividade física, acompanhamento psicológico, treinos especiais, simuladores e toda a infra-estrutura. Alguns, inclusive, moram na Ferrari Village, conjunto de moradias localizado na cidade de Maranello, sede da equipe.  

Atualmente, sete pilotos fazem parte da Academia, dois deles brasileiros e três  com DNA de corridas. São eles Enzo Fittipaldi, neto de Emerson;  Giuliano Alesi, filho de Jean Alesi; Mick Schumacher, filho de Michael; o neozelandês Marcus Armstrong; o britânico Callum Ilott; o russo Robert Shwartzman; e o também  brasileiro Gianluca Petecof.

Além de Leclerc, outros dois pilotos atuais da F-1 passaram pela Academia da Ferrari: o mexicano Sergio Pérez e o canadense Lance Stroll.  

Pilotos da Academia da Ferrari e membros da escuderia
Apresentação da Academia de Pilotos da Ferrari (Divulgação/Ferrari)