Eduardo Lucizano
14/12/2015
09:49
São Paulo (SP)

Na última sexta-feira o volante do time campeão do mundo em 2002 anunciou a aposentadoria do futebol. Parado desde 2013, Gilberto Silva fez parte de grandes elencos campeões. Além da Seleção, ele fez parte do time do Arsenal que ganhou o título inglês de forma invicta, ao lado de craques do futebol mundial.

Seleção e Arsenal são as referências do ex-jogador para montar a sua seleção dos sonhos, formada apenas por atletas que jogaram com ele. Três são estrangeiros e jogaram nos Gunners.

Goleiro: Marcos
- Foi muito importante na conquista da Copa do Mundo de 2002, fora tudo que vinha fazendo no país.

Lateral-direito: Cafu
- Um grande exemplo dentro da seleção, o capitão, era uma honra estar perto de um ídolo, aprendi muito.

Zagueiro: Campbell
- Joguei com ele um bom tempo naquele time do Arsenal que ganhamos o título inglês invicto.

Zagueiro: Juan
- Uma mescla de grandes jogadores. Tem liderança, zagueiro clássico, tranquilo, quase não ouve a voz, mas era o típico zagueiro chato.

Lateral-esquerdo: Roberto Carlos
- O melhor lateral-esquerdo do mundo, no dia a dia era muito bom.

Volante: Vieira
- Foi com quem eu joguei mais tempo junto, fizemos uma parceria boa e aprendi bastante, tinha qualidade técnica e chegava forte no ataque.

Meia: Alex
- Um gênio da bola, muita gente achava ele lento, mas era o oposto, enxergava o jogo como ninguém, ótima visão e classe.

Meia: Ronaldinho Gaúcho
- Outro gênio. Tive a felicidade de estar com ele na Seleção e no Atlético-MG, época em que esteve em grande fase.

Atacante: Ronaldo
- Um dos melhores do mundo. Em 2002 e 2006 fez a diferença na Copa do Mundo. Depois da lesão que teve, deu a volta por cima.

Atacante: Henry
- Era a nossa grande referência no Arsenal, mas no mundo inteiro também, um dos grandes.