RADAR/LANCE!
10/08/2016
13:28
Rio de Janeiro (RJ)

Ingrid Oliveira e Giovanna Pedroso são parceiras nas competições de salto sincronizado. E só. As duas já não se davam muito bem. E, agora, depois da convivência na Vila Olímpica, o clima piorou de vez. Não porque ambas ficaram apenas com o oitavo lugar na prova do salto sincronizado da plataforma de 10 metros, na última terça-feira. Mas porque Ingrid cometeu uma falha disciplinar considerada grave e quase acabou excluída da delegação antes mesmo de competir nos Jogos. Ingrid dormiu com outro atleta no apartamento que divide com Giovanna, na Vila Olímpica. E, para isso, tentou fazer com que sua parceira de competição saísse do local.

Giovanna comunicou o incidente a dirigentes da missão brasileira. O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) confirma que esteve a ponto de expulsar Ingrid pelo ocorrido. Às vésperas da competição, porém, nenhuma medida foi tomada em punição à saltadora.

Pelo contrário: o COB emitiu nota, afirmando que não se manifestaria a respeito de problemas cotidianos da missão brasileira. Além disso, colocou que as possíveis questões existentes seriam resolvidas internamente.

Segundo informações do site "Globoesporte.com", Ingrid e Giovanna já haviam brigado no dia 1º de agosto. Na ocasião, a ordem dos treinamentos foi o motivo da desavença. Caso os desdobramentos do caso não conduzam a uma punição, Ingrid volta ao Maria Lenk no próximo dia 17. Ela disputa a prova individual na plataforma de 10 metros. Giovanna não compete mais nos Jogos.