Palmeiras x Grêmio

Palmeirenses reclamaram da arbitragem no Pacaembu (Foto: Mauro Horita/Lancepress!)

LANCE!
03/06/2016
00:17
São Paulo (SP)

A atuação do árbitro Marielson Alves da Silva revoltou os palmeirenses no Pacaembu. O gol impedido de Bressan foi o principal motivo de reclamação, mas segundo Fernando Prass, um dos mais irritados durante a vitória sobre o Grêmio, a atuação do juiz foi ruim para os dois lados.

- O árbitro hoje estava muito infeliz para os dois lados, os jogadores do Grêmio também estavam reclamando muito. O que mais reclamei foi do gol, estava impedido. Eles disseram que não tinha impedido porque a bola entrou direto - relatou o camisa 1, depois da partida.

- No segundo tempo ele fez uma coisa absurda: parou o jogo, o Douglas foi atendido e ele deixou o Douglas voltar, depois o Moisés caiu e ele deixou seguir. Não é tão difícil de entender, de fazer. Ele é ser humano, não estava em uma noite boa - completou.

O goleiro aproveitou a criticada participação do árbitro para reclamar da falta de profissionalização do setor. Para o ídolo palmeirense, este é um dos motivos para que os juízes sejam seguidamente criticados por erros no Brasileiro.

- Não só em jogos do Palmeiras, deveria ser repensada a situação da arbitragem no Brasil. Vários países já evoluíram para uma arbitragem profissional. Não sei como a CBF, com o faturamento que tem, não investe nisso. É uma peça importantíssima do jogo e a única peça amadora. Nós somos profissionais, vocês são profissionais, eles ficam em situação delicada - falou.

Se por um lado Prass ficou irritado com o trio de arbitragem, por outro saiu satisfeito graças à atuação na etapa final. 

- Nosso segundo tempo foi realmente bom. Conseguimos marcar melhor e ter mais a bola. O Cuca cobrou da gente no intervalo para ter mais qualidade com a bola no pé. O Grêmio automaticamente não teria tanto a posse de bola - encerrou o jogador.