Joanna Maranhão

Joanna Maranhão vencoeu os 800m nado livre

LANCE!
24/11/2016
14:53
São Paulo

Unisanta (49), Pinheiros (49) e Sesi (33) saíram na frente após a primeira noite de finais do Torneio Open 2016. Na última quarta-feira na catarinense Palhoça, aconteceram as primeira provas decisivas do Open. A competição abre a disputa por vagas no Mundial dos Esportes Aquáticos, que acontecerá em Budapeste, na Hungria, em 2017. A seleção dos atletas desta vez será por índice técnico e a última seletiva acontecerá no Troféu Maria Lenk do ano que vem.

Um atleta jovem, Guilherme Costa, de 18 anos, venceu a prova mais longa das piscinas, os 1500m livre, que teve tríplice coroa para Unisanta: Guilherme (15m17s46), Luiz Arapiraca (15m35s28) e Victor Colonese (15m41s05). As marcas colocaram Arapiraca no degrau de ouro no Campeonato Sênior, seguido de Colonese e deu o bronze para Luiz Gustavo (15m44s25), do Grêmio Náutico.

— Me senti meio pesado desde o início, mas comecei bem. Foi muito bom. Este foi o meu primeiro título adulto. Ano passado fui terceiro aqui. Ano passado, no Mundial Júnior eu estava entre os cinco primeiro, agora consegui melhorar bem e quero continuar nestes nível — disse Guilherme.

A prova de 50m borboleta feminino, que no Daltely pela manhã foi vencida por Daynara de Paula, do Sesi, seguida por sua colega de clube, Etiene Medeiros, à noite teve as posições invertidas e deu a Etiene (26s51) o ouro e a prata para Daynara (26s76). O bronze foi para Luanna Oliveira (27s45), do Pinheiros.

Entre os homens, Henrique Martins confirmou o resultado da manhã e também levou ouro. Desta vez, o atleta do Minas Tênis Clube marcou 23s28, seguido por Guilherme Rosolen (23s75), do Pinheiros, e de Leonardo Schilling (23s95), do Marista Criciúma.

Nos 200m costas, assim como na parte da manhã, o Corinthians dominou. O clube fez primeiro lugar nas provas masculina e feminina com Brandonn Pierry (1m59s71) e Gabriela Mello (2m15s08). Na disputa feminina outra corinthiana, Natália de Luccas (2m16s03) ficou no degrau de prata. O Pinheiros fez a prata masculina com Fábio Santi (2m01s30) e o bronze feminino com Florência Perotti (2m17s93). O terceiro lugar masculino foi de Leonardo Finn (2m03s86), da Unisanta.

Joanna Maranhão, do Pinheiros, venceu os 800m livre pela marca de 8m38s73. Viviane Jungblut (8m42s89), do Grêmio Náutico União, e Bruna Primati (8m54s20) ficaram com a prata e o bronze. Os tempos da tarde também deram às duas primeiras o ouro e prata no Brasileiro Sênior. Betina Lorscheitter, do Grêmio Náutico União, ficou com o bronze no Sênior, com 8m55s93.