Junior Caiçara

Junior Caiçara estaria na mira do Bayern de Munique para a próxima temporada (Crédito: Divulgação/Site oficial Schalke 04)

Alexandre Guariglia
08/03/2016
10:30
São Paulo (SP)

Se depender das notícias publicadas pelos jornais alemães, mais um brasileiro deve vestir a camisa do Bayern de Munique na próxima temporada. Trata-se do lateral-direito Junior Caiçara, do também alemão Schalke 04. O jogador vive boa fase no futebol do país e está no radar do clube bávaro como uma das contratações desejadas para 2016/2017.

Ao LANCE, ele comentou sobre o possível interesse do atual líder do campeonato alemão e vê com bons olhos a mudança, que também pode lhe render maior visibilidade, pensando em Seleção Brasileira:

- Vi pelos jornais, parece que é verdade mesmo que eles estão de olho, não só em mim, na verdade, parece que eles estão precisando de um lateral-direito e eu estou muito contente com isso, espero que possa acontecer de verdade. O Schalke é um grande clube, mas todo jogador almeja um algo mais e estando na Alemanha esse seria um algo mais para mim. Acho que o Dunga olharia com mais carinho para o meu futebol – afirmou.

Enquanto aguarda uma oportunidade no selecionado brasileiro, o lateral-direito vem ganhando seu espaço no Schalke. No último final de semana, completou dez jogos consecutivos como titular, assumindo de vez a posição, mas admite que, no início, não foi fácil se adaptar ao rodízio de jogadores:

- No começo foi muito difícil para me adaptar. Nos seis primeiros meses aqui, teve jogo que eu joguei, em outro eu fiquei fora. Eu achei estranho, porque eu vim da Bulgária e lá o time é aquele que joga sempre, eu estava acostumado com isso. Me adaptei melhor agora, sinto que evoluí, meu futebol melhorou e por isso que estou com essa sequência de jogos como titular – celebrou.

Formado nas divisões de base do Santo André, Caiçara teve sua primeira experiência na Europa atuando pelo Gil Vicente, de Portugal, onde ficou emprestado por duas temporadas e saiu de lá com um título, o da segunda divisão portuguesa. Na chegada ao Velho Continente, ele ainda tinha dúvidas sobre seu futuro como jogador, mas logo teve a certeza que persiste e se reforça até hoje:

- Quando eu saí do Brasil, eu ainda não sabia direito se era isso que eu queria, mas o tempo foi passando, as coisas foram dando certo e hoje eu virei o que virei, espero que continue dando certo aqui na Europa, não penso em voltar para o Brasil ainda, espero continuar crescendo aqui. Acho que eu já me acostumei mais com o futebol europeu do que com o brasileiro – disse.

"Espero que continue dando certo aqui na Europa, não penso em voltar para o Brasil ainda", diz o lateral

De Portugal, ele foi vendido ao Ludogorets, da Bulgária, clube no qual ficou por três temporadas e faturou seis títulos antes de despertar o interesse do Schalke e desembarcar na Alemanha, em julho de 2015. Em sua primeira temporada na Bundesliga, não esconde o fascínio que tem sentido pelo futebol de lá:

- É sensacional, saí da Bulgária, um campeonato meio escondido, desconhecido mundialmente, e tem sendo maravilhoso jogar essa liga, no clube que eu estou hoje. A organização no jeito de jogar futebol deles, são muito certos, seguem uma linha impressionante, não pode fazer errado, não tem o que discutir com eles, eles sempre tem razão nisso. Depois, o futebol, os estádios, as torcidas são fantásticos. Totalmente diferente do estilo brasileiro, da Bulgária, você se sente no futebol de verdade – finalizou.