RADAR / LANCE!
17/02/2016
16:53
Belo Horizonte (MG)

A polêmica em torno do evento de lançamento dos uniformes do Atlético-MG seguiu nesta quarta-feira. No dia seguinte ao desfile que deu pontapé inicial a parceria entre Galo e a fornecedora esportiva Dryworld ser acusado de "sexista" por trazer mulheres em trajes ousados e em roupas de praia, o ex-presidente do clube, Alexandre Kalil, ironizou a repercussão em torno do desfile.

O texto de Kalil trazia a seguinte frase:

"Num país com tanta roubalheira, implicar com bunda de fora parece sacanagem. Esse assunto já deu. Virei até meme".

Além de reclamar da falta de relevância do assunto, Kalil divulgou um "memê" no qual aparecia seu rosto e uma frase na qual ameaçava fazer o próximo lançamento do uniforme do Galo em uma boate de Belo Horizonte.