Ricardo Sá Pinto

Ricardo Sá Pinto viveu o grande momento de tensão pelo Vasco até aqui (Matias Delacroix//AFP)

LANCE!
03/12/2020
23:32
Rio de Janeiro (RJ)

Depois da eliminação do Vasco na Copa Sul-Americana, o técnico do Cruz-Maltino, Ricardo Sá Pinto, demonstrou bastante irritação durante a entrevista coletiva. A começar pela primeira resposta, após ter sido questionado sobre a demora para fazer substituições - a primeira foi só 20 minutos depois do gol sofrido. E contestou, com ironia.

Confira a tabela da Sul-Americana


- Não entendi. Na próxima, me diga o telefone dele que pergunto quando devo substituir - reclamou.

O treinador vascaíno chegou a pedir para não lhe fosse retirado um copo plástico de água de perto e pareceu ter se incomodado com quem lhe perguntava - no formato da Conmebol, as perguntas são enviadas e lidas por um assessor de imprensa. Mas Sá Pinto respondeu sobre o jogo.

- Se nós tivéssemos feito nas seis ou sete oportunidades, estava fácil. Continuo a dizer: O Vasco fez um grande jogo, merecia ter passado. É uma grande injustiça esse resultado. Volto a dizer: o adversário teve zero oportunidades contra sete nossas e um pênalti que nos foi roubado - bradou.

Por fim, a última pergunta lida foi sobre o que fazer para o time se recuperar na temporada. E assim ele respondeu.

- Continuar a trabalhar para melhorar - resumiu.

Nem todas as perguntas foram lidas. A enviada pela reportagem do LANCE!, por exemplo, foi uma que ficou sem o treinador desenvolver, apesar de ter sido enviada antes da coletiva de Gil - a pergunta enviada para o meio-campista foi respondida.