Montagem com Gum, Cícero e Thiago Carleto

Gum, Cícero e Thiago Carleto são alguns dos atletas que ainda não definiram o futuro para 2019 (Divulgação)

LANCE!
16/01/2019
09:18
Rio de Janeiro (RJ)

O mercado de transferências no Brasil segue bastante agitado e vários clubes estão abrindo os cofres para contar com bons jogadores, no entanto, uma saída para algumas equipes pode estar nos atletas sem contrato. Atletas conhecidos no cenário nacional, como: Gum, Cícero e Thiago Carleto estão disponíveis no mercado e pode ser uma alternativa para clubes no país. Confira 10 nomes que também são agentes livres:

GUM

Fluminense x Nacional-URU - Gum
Gum conquistou dois títulos brasileiros pelo Flu (MAILSON SANTANA)

Ídolo da torcida do Fluminense, o zagueiro Gum, de 33 anos encerrou o contrato com a equipe carioca no final de 2018 e está livre para negociação. Clubes como CSA e Chapecoense já sondaram o jogador, mas os valores salariais travaram a negociação. 

Revelado no Marília, de São Paulo, Gum despontou no cenário nacional na temporada 2008, quando fez uma ótima temporada pela Ponte Preta. Em 2009, o Fluminense contratou o jogador, que conquistou dois Campeonatos Brasileiros pela equipe, além de um Cariocão e uma Primeira Liga.

MICHEL BASTOS

Michel Bastos em treino do Sport
Michel Bastos jogou no Sport em 2018 (Williams Aguiar/Divulgação)

Jogador do Palmeiras nos últimos dois anos, Michel Bastos atuou no Sport em 2018 emprestado pelo clube paulista. O Verdão não renovou com o lateral esquerdo de 35 anos, que está disponível no mercado.

Michel Bastos fez sua carreira na França quando defendeu as cores de Lille e Lyon. Também teve passagens por Holanda, Alemanha e Emirados Árabes antes de retornar ao Brasil em 2014, quando fechou com o São Paulo.

CARLINHOS

Carlinhos - Paysandu
Carlinhos fez poucos jogos pelo Paysandu em 2018 (Divulgação)

O lateral esquerdo Carlinhos, de 31 anos, atuou no ano passado em apenas seis partidas pelo Paysandu e está sem contrato para 2019. O atleta teve maior sucesso na carreira quando esteve no Fluminense, de 2010 a 2014.

Revelado no Santos, o jogador rodou por vários clubes no Brasil, como Cruzeiro, São Paulo, Internacional, Santo André e Mirassol. Carlinhos conquistou dois Brasileirões pelo tricolor carioca, em 2010 e 2012.

THIAGO CARLETO

Carleto
Carleto fez boa temporada no CAP no início de 2018 (Miguel Locatelli)

Depois de um ótimo primeiro semestre em 2018, Thiago Carleto foi contratado pelo Al-Ittihad FC no meio do ano, mas optou por se desligar da equipe saudita após fazer apenas cinco partidas e agora está sem clube para 2019.

Revelado no Santos, o lateral esquerdo deixou o Brasil cedo e jogou por duas temporadas na Espanha até ser repatriado pelo São Paulo. No Brasil, passou também por América-MG, Fluminense, Ponte Preta, Avaí, Botafogo, XV de Piracicaba, Linense e Coritiba.

CLEITON XAVIER

Cleiton Xavier
Cleiton Xavier encerrou contrato com o Vitória (Maurícia da Matta)

Desde 2017 no Vitória, Cleiton Xavier esteve emprestado ao CRB na última temporada, mas uma lesão atrapalhou a passagem do atleta pela equipe, que encerrou o empréstimo do meia em novembro. O Vitória não procurou o jogador de 35 anos para uma renovação.

Cleiton Xavier começou a carreira no CSA, da alagoas e despontou no futebol brasileiro vestindo a camisa do Internacional no início dos anos 2000. Além do Colorado, o meia também se destacou nas passagens por Figueirense e Palmeiras. O jogador também ficou por quatro temporadas no Metalist, da Ucrânia.

TÚLIO DE MELO

Túlio de Melo
Tulio de Melo fez apenas sete jogos pelo Avispa Fukuoka (Divulgação)

Outro jogador que está livre no mercado é o atacante Túlio de Melo. Aos 33 anos, o centroavante encerrou uma passagem relâmpago pelo Avispa Fukuoka, do Japão. Antes, o atleta havia feito uma ótima temporada em 2017 com a camisa da Chapecoense.

Túlio de Melo começou a carreira no Brasil, mas depois de apenas um ano no país, pelo Atlético-MG e Santa Cruz, o atacante foi para a Europa onde ficou por 10 anos, se destacando na França. Na volta ao país natal, o centroavante também atuou pelo Sport, em 2016.

MAIKON LEITE

Maikon Leite - FIgueirense
Maikon Leite atuou no Figueirense em 2018 (Vinicius Nunes)

O atacante Maikon Leite, de 30 anos, atuou pelo Figueirense na série B de 2018. A equipe catarinense não renovou o contrato do jogador, que está livre no mercado.

Maikon Leite é nome conhecido no cenário nacional. Além do Figueira, o jogador também somou passagens por Santo André, Santos, Athletico Paranaense, Palmeiras, Naútico, Sport, Bahia e Ceará. Fora do Brasil, o atleta defendeu Atlas, Toluca e Al-Shabab.

ZÉ EDUARDO

Zé Love - Oeste
Zé Love jogou seis partidas pelo Oeste em 2018 (Maércio Júnior/Oeste)

Rodado no Brasil, Zé Eduardo, ou Zé Love é mais um dos atacantes que está sem clube para 2019. Na temporada passada, o centroavante de 31 anos jogou apenas seis partidas pelo Oeste, que não renovou com o atleta.

Antes de atuar na equipe paulista Zé havia jogado pelo Al-Faisaly, da Arábia Saudita. Outros times que Zé Love defendeu foram Palmeiras, Portuguesa, Ipatinga, Ferroviária, Sport, Fortaleza, São Caetano, América-MG, ABC, Santos, Coritiba, Goiás, Vitória e Figueirense.

DOUGLAS

Douglas - Grêmio
Douglas encerrou seu ciclo no Grêmio em 2018 (Lucas Uebel/FBPA)

Aos 36 anos, o meio-campista Douglas busca um novo time para atuar em 2019. Na última temporada, se recuperando de lesão, jogou poucas vezes e não teve seu contrato renovado pelo tricolor gaúcho

Além do Grêmio, onde construiu uma bonita história, Douglas atuou por Criciúma, São Caetano, Corinthians, Vasco, Caykur Rizespor (TUR) e Al Wasl (EMI).

CÍCERO

Cicero - Grêmio
Cícero estava no Grêmio (Foto: Divulgação/Grêmio)

Campeão da Libertadores de 2017 com o Grêmio, Cícero encerrou sua passagem pelo tricolor no último mês. O jogador de 34 anos não teve seu contrato renovado pelo time tricolor.

Revelado no Bahia, Cícero se destacou com a camisa do Figueirense em 2006 e um ano depois foi contratado pelo Fluminense, onde jogou duas temporadas até se projetar para o cenário internacional, onde atuou por Hertha Berlim e Wolfsburg.