Marcello Neves
17/01/2019
08:00
Rio de Janeiro (RJ) 

A ideia é ter uma equipe com cara nova. O Fluminense inicia 2019 com uma reformulação - quase - geral: elenco com novas peças, um treinador com um estilo de jogo totalmente diferente do normal e problemas políticos caminhando para um desfecho. Após viver uma grave crise em 2018, o Tricolor tem um caminho a ser seguido na próxima temporada: não repetir velhos erros. 

Sai Marcelo Oliveira, entra Fernando Diniz. Dentro de campo, líderes do elenco como Gum, Júlio César e Marcos Júnior deixraam o clube, enquanto peças como Bruno Silva, Yony Gonzalez e Mateus Gonçalves dão esperança para uma temporada positiva. Além disso, a possível chegada de Paulo Henrique Ganso aumenta a expectativa para 2019. O Campeonato Carioca será o primeiro teste. 

PROVÁVEL TIME-BASE: UMA EQUIPE TOTALMENTE MODIFICADA

Fernando Diniz - Fluminense
Diniz será o técnico em 2019 (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE) 

O Fluminense terá um time bastante modificado para a temporada 2019. Além dos oito contratados nesta janela de transferência - Agenor, Ezequiel, Matheus Ferraz, Bruno Silva, Yony Gonzalez, Mateus Gonçalves e Luis Felipe. O Tricolor perdeu sete titulares da equipe que encerrou 2018: Júlio César, Gum, Ayrton Lucas, Richard, Jadson, Sornoza e Marcos Junior. 

Com isso, a tendência é que o time titular de Fernando Diniz seja formado com Rodolfo; Gilberto, Digão, Ibañez e Marlon; Airton, Bruno Silva, Daniel; Yony Gonzalez, Everaldo e Luciano. No entanto, vale lembrar que Paulo Henrique Ganso negocia a e deve ser titular - caso acerte. Além de Pedro, que está lesionado e retorna em março após cirurgia no joelho. 

ANÁLISE DO SETORISTA: UMA APOSTA DE RISCO, MAS COM ALTO POTENCIAL

Bruno Silva - Fluminense
Bruno Silva chegou ao Fluminense (Foto: Lucas Merçon/FFC)

A temporada 2018 foi totalmente frustrante para o Fluminense, principalmente pelas expectativas criadas e pelo final de ano com uma sequência de oito jogos sem vitórias. Com isso, uma mudança geral foi feita e o desmanche - que parecia causa complicação - virou uma solução. Para 2019, uma equipe reformulada causa boas expectativas. 

Fernando Diniz é um técnico que busca afirmação e com estilo totalmente dos antecessores Abel Braga e Marcelo Oliveira. Além disso, os jogadores contratados dão a entender que a equipe será mais técnica e intensa do que no ano passado. As contratações, apesar de nenhuma grande estrela enquanto Ganso não acerta, empolgam pelo seu potencial. 

Apesar do Fluminense não ser candidato ao título brasileiro, pode tentar beliscar algum torneio de mata-mata. O principal foco é a Copa Sul-Americana, por ser um torneio que o clube ainda não conquistou. Entretanto, o dinheiro da Copa do Brasil também é visto com bons olhos para ajudar na situação financeira e uma boa campanha é buscada. No Carioca, o objetivo é desbancar o endinheirado Flamengo na decisão. 

TABELA DA TAÇA GUANABARA: DOS CINCO JOGOS, TRÊS NO MARACANà

Maracanã
Fluminense estreia no Maracanã (Foto: Marcello Neves/LANCE!)

O Fluminense estreia no Campeonato Carioca no próximo sábado, contra o Volta Redonda, às 19h, no Maracanã, em jogo válido pela 1ª rodada da Taça Guanabara. A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FFERJ) já divulgou a tabela completa do primeiro turno, além das datas da semifinal, que acontecerá no dia 10 de fevereiro, e da decisão que será realizada no dia 17 do mesmo mês.

Confira a tabela do Fluminense na Taça Guanabara:

1ª rodada – Fluminense x Volta Redonda (Maracanã) – 19/01 às 19h
2ª rodada – Americano x Fluminense (A definir) – 24/01 às 21h30
3ª rodada – Fluminense x Portuguesa (Maracanã) – 27/01 às 17h
4ª rodada – Fluminense x Madureira (Maracanã) – 30/01 às 21h30
5ª rodada – Vasco da Gama x Fluminense (São Januário) – 02/02 às 19h

SÃO 31 TÍTULOS DO CAMPEONATO CARIOCA

Fluminense campeão carioca de 2012
Fluminense foi campeão em 2012 (Foto: Bruno de Lima/LANCE!)

O Fluminense já chegou a ser o maior campeão carioca de maneira indiscutível, mas foi superado pelo Flamengo na última década. O Tricolor tem 31 títulos conquistados, mas carrega um dado amargo de só ter vencido o torneio em cinco oportunidades nos últimos 30 anos de disputa. Ou seja, o Cariocão é a chance de voltar a ser campeão em 2019.   

O Fluminense conquistou o Campeonato Carioca por 31 vezes, nos anos de 1906, 1907, 1908, 1909, 1911, 1917, 1918, 1919, 1924, 1936, 1937, 1938, 1940, 1941, 1946, 1951, 1959, 1964, 1969, 1971, 1973, 1975, 1976, 1980, 1983, 1984, 1985, 1995, 2002, 2005 e 2012. 

REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO

Rubens Lopes
Rubens Lopes é o presidente da FERJ (Foto: Vinícius Faustini)

A seletiva acontece entre seis clubes participantes que se enfrentam em turno único. Os dois melhores se juntam com os outros 10 times que irão lutar pelo título estadual nas taças Guanabara (1º turno) e Rio (2º turno). A Taça Guanabara começa dia 19 de janeiro, enquanto a Rio tem início em 23 de fevereiro. Uma chave é formada por Fluminense, Madureira, Vasco, Portuguesa, Volta Redonda e Americano. A outra tem Bangu, Boavista, Botafogo, Cabofriense, Flamengo e Resende.  

Os dois primeiros de cada grupo fazem a semifinal do turno, com as equipes de melhor campanha tendo a vantagem do empate na semifinal. Os campeões de cada turno se juntam aos times de terceira e quarta melhores campanha na semifinal da competição. Se o mesmo time ganhar os 2 turnos, vai direto para a final. A decisão será em dois jogos, sem vantagem e indo para pênaltis em caso de empate.