Carlos Augusto - Lesão

Juninho, meia do Mirassol, foi expulso após entrada dura em Carlos Augusto, do Corinthians (Foto: Reprodução)

LANCE!
02/08/2020
21:13
Rio de Janeiro (RJ) 

O Corinthians venceu o Mirassol por 1 a 0, na tarde deste domingo, e garantiu vaga na final do Campeonato Paulista pelo quarto ano consecutivo. O jogo, no entanto, ficou marcado pela expulsão do meia Juninho, do Mirassol, após uso do auxílio do VAR. 

Na transmissão da Globo, os comentaristas Walter Casagrande e Ricardinho concordaram com a expulsão do meio-campista. Entretanto, o ex-árbitro e comentarista de arbitragem da emissora, Sálvio Spinola, criticou o VAR por chamar o árbitro no lance e explicou o motivo. 

- Para mim, falta para cartão amarelo. O Juninho realmente faz a falta no Carlos, agora, o VAR achar que isso é para cartão vermelho, que é um item para ser revisado, é um exagero. O VAR está querendo ser detetive virtual. Está pesquisando alguma coisa. Falta para cartão amarelo - disse.

- Para mim, exagero. É uma jogada normal, por mais que tenha o pisão. Não tem a intensidade de agressão. Quer disputar a bola. Para mim, cartão amarelo - completou o comentarista de arbitragem. 

Inicialmente, o árbitro Vinícius Gonçalves marcou falta. O árbitro de vídeo, no entanto, o chamou para rever o lance. Após a consulta no VAR, o árbitro optou pelo cartão vermelho e expulsou o meia do Mirassol. O comentarista Walter Casagrande concordou com a expulsão. 

- Claro que eu não sou nem próximo da categoria do Sálvio (Spinola) como árbitro. Eu, como jogador, acho que o Carlos não quebrou o tornozelo por sorte. Não sei se ele (Juninho) foi para quebrar, mas ele foi muito excessivo na força. O tornozelo do Carlos chegou a dobrar - comentou. 

- A minha visão é essa também. Não teve a intenção do Juninho de acertar o jogador do Corinthians, mas ele acertou. Um lance muito rápido e ele poderia ter quebrado o tornozelo do Carlos - endossou Ricardinho. 

Carlos Augusto - Lesão
Carlos Augusto exibiu o tornozelo nas redes sociais após a partida (Foto: Arquivo Pessoal)