Léo Saueia, Marcio Porto e Russel Dias
24/11/2016
16:43
São Paulo e Santos (SP)

Santos e Elano estão longe de chegar a um fim de parceria. Apesar de definir que 2016 foi seu último ano como jogador profissional, o ídolo do Peixe chegou a um acordo com a diretoria e será auxiliar-técnico de Dorival Júnior a partir da próxima temporada.

Já a partir de janeiro, Elano integrará a comissão técnica permanente do Santos. Hoje apenas com o ex-centroavante Serginho Chulapa, a comissão era formada também por Marcelo Fernandes, que foi afastado por Dorival e esteve na Europa para fazer estágios.

Na próxima semana, o presidente Modesto Roma Júnior concederá entrevista coletiva para anunciar o acerto e detalhar os planos do clube para Elano, que nunca escondeu o desejo de tornar-se técnico após a aposentadoria.

As novas funções, contudo, não serão tão novas assim para o atual camisa 11. Já durante os jogos desta temporada, Elano orientava os jogadores do banco de reservas e era um dos mais ativos, até pela experiência que acumulou aos 35 anos.

Desde que retornou de empréstimo o futebol indiano no início desta temporada, o meia participou de apenas 14 jogos e ficou marcado pelo seu papel extracampo. Vários foram os cartões amarelos que o ídolo do Peixe recebeu mesmo no banco de reservas por reclamações com a arbitragem, além de estar sempre orientado os atletas na beirada do gramado.

Pelo Santos, Elano marcou sua idolatria pelos títulos do Brasileirão de 2002 e 2004, além da Libertadores de 2011 e Campeonato Paulista de 2011, 2012, 2015 e 2016. Além do Peixe, Elano também defendeu Inter de Limeira, Guarani, Shakhtar Donetsk, Manchester City, Galatasaray, Flamengo, Grêmio e Chennaiyin FC.