Thomas Bach, presidente do COI, durante entrevista coletiva (Foto: Divulgação/COI)

Thomas Bach, presidente do COI, durante entrevista coletiva (Foto: Divulgação/COI)

LANCE!
27/05/2016
17:04
Rio de Janeiro (RJ)

O Comitê Olímpico Internacional (COI) informou nesta sexta-feira que 23 atletas que participaram dos Jogos Olímpicos de Londres (ING), em 2012, testaram positivo em exames antidoping em uma nova análise do órgão. Todos estão proibidos de participar da Olimpíada do Rio, em agosto.

O COI selecionou um total de 265 amostras guardadas desde Londres-2012 para serem reanalisadas com novos métodos científicos. O processo ainda está em andamento, e há a possibilidade de mais punições serem anunciadas nos próximos dias. A entidade não divulgou o nome de nenhum envolvido.

Na semana passada, o COI anunciou que 31 atletas poderiam ser excluídos dos Jogos do Rio após uma nova análise de 454 amostras obtidas durante a edição de Pequim (CHN), em 2008.

– Essas reanálises demonstram, mais uma vez, nossa determinação na luta contra o doping. Queremos manter quem se dopa longe dos Jogos do Rio. Estamos atuando rapidamente. Já designei uma comissão disciplinar que tem poder total para tomar decisões em nome do COI – afirmou o presidente do órgão, Thomas Bach.

A revisão é fruto de um trabalho conjunto entre a Agência Mundial Antidoping (Wada) e as federações internacionais. As investigações começaram em agosto do ano passado. Elas foram focadas nos atletas com maiores chances de conquistar índices para a Rio-2016.

Nesta semana, a emissora russa "Match TV" revelou que 14 atletas do país estão na lista de novos positivos por doping em Pequim, sendo oito medalhistas. Dentre eles está Anna Chicherova, bronze no salto em altura em 2008 e ouro em 2012.