Palmeiras x Grêmio

Cuca durante a vitória sobre o Grêmio, quinta-feira, no Pacaembu (Foto: Mauro Horita/Lancepress!)

Fellipe Lucena e Thiago Ferri
04/06/2016
08:05
São Paulo (SP)

Só se passaram cinco rodadas do Brasileiro, mas neste pouco tempo o Palmeiras já apresentou várias “caras”. Com cinco diferentes escalações, a equipe jogou com centroavante, sem centroavante e agora com apenas um zagueiro. Tais variações dependem principalmente do adversário, como foi na última quinta-feira.

Segundo Cuca, o Grêmio não joga com uma referência no ataque e dá ênfase à qualidade no toque de bola. Por isso, decidiu sacar Thiago Martins do time para a entrada do volante Thiago Santos, que jogou mais recuado que o comum.

– O Grêmio joga com um quadrado no meio, é difícil entender. Os quatro gostam da bola e sabem jogar, não têm centroavante. Eu não podia ter dois zagueiros e eles com nenhum centroavante. Coloquei o Thiago e o Matheus para povoar o meio e só o Vitor Hugo de zagueiro – explicou o comandante, que no domingo, contra o Flamengo, deve recolocar Thiago Martins.

À frente, os torcedores questionam se o melhor esquema é com um centroavante (Alecsandro ou Barrios), ou com um ataque mais rápido, com Gabriel Jesus adiantado, apoiado por Dudu e Róger Guedes. Contra o Fluminense, esta formação começou o jogo e não foi bem. Na quinta, foi a usada a partir do intervalo e fez o Verdão crescer na vitória por 4 a 3 no Pacaembu.

Cuca evita falar qual é a escalação ideal. Nesta manhã, sem a presença de jornalistas, o treinador vai montar o time que enfrentará o Rubro-negro e pode mexer além da provável mudança na zaga. Isto porque Edu Dracena (dores musculares), Cleiton Xavier (dores musculares) e Barrios (lesão na panturrilha direita) estão recuperados, treinaram com bola nessa sexta e estão liberados. Destes, os dois últimos são os que brigam por vaga entre os titulares.

AS ESCALAÇÕES NO BRASILEIRO

PALMEIRAS 4 x 3 GRÊMIO:
Fernando Prass; Tchê Tchê (Fabrício 37' 2ºT), Thiago Santos, Vitor Hugo e Zé Roberto; Matheus Sales e Jean; Moisés (Thiago Martins 31' 2ºT), Gabriel Jesus e Dudu; Alecsandro (Róger Guedes - intervalo). Técnico: Cuca

- A mudança no intervalo foi decisiva, de novo: com Róger, time ficou rápido e teve ótima atuação.

SÃO PAULO 1 x 0 PALMEIRAS: Fernando Prass; Tchê Tchê, Thiago Martins, Vitor Hugo e Zé Roberto; Thiago Santos (Moisés - intervalo), Jean e Róger Guedes (Rafael Marques - intervalo); Dudu, Gabriel Jesus (Erik 31' 2ºT) e Alecsandro. Técnico: Cuca

- Também abriu o time no segundo tempo, mas desta vez não funcionou e o Verdão ficou desorganizado.

PALMEIRAS 2 x 0 FLUMINENSE: Fernando Prass; Tchê Tchê, Thiago Martins, Vitor Hugo e Egídio (Moisés - intervalo); Matheus Sales e Jean; Róger Guedes, Cleiton Xavier (Alecsandro - intervalo) e Dudu; Gabriel Jesus (Zé Roberto - 34'/2ºT). Técnico: Cuquinha.

- Iniciou o jogo sem centroavante e não foi bem. Entrada de Alecsandro definiu a vitória alviverde.

PONTE PRETA 2 x 1 PALMEIRAS: Fernando Prass; Tchê Tchê, Thiago Martins, Vitor Hugo e Egídio; Matheus Sales (Dudu, no intervalo), Jean e Cleiton Xavier; Gabriel Jesus, Róger Guedes (Moisés, aos 17'/2ºT) e Alecsandro (Rafael Marques, no intervalo). Técnico: Cuca.

- Perdendo por 2 a 0, Cuca abriu o time no intervalo: colocou Dudu e jogou sem um centroavante fixo.

PALMEIRAS 4 x 0 ATLÉTICO-PR: Fernando Prass; Tchê Tchê, Thiago Martins, Vitor Hugo e Egídio; Matheus Sales, Jean, Cleiton Xavier (Moisés 24' 2ºT) e Róger Guedes (Rafael Marques 38' 2ºT); Gabriel Jesus e Lucas Barrios (Alecsandro 28' 2ºT). Técnico: Cuca

- Em uma atuação dominante, time manteve o esquema, mesmo com as alterações em sua estreia, no Allianz Parque.