HOME - Entrevista coletiva da CBF - Marco Polo del Nero (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)

Del Nero retornou ao comando do futebol nacional (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)

Igor Siqueira
11/04/2016
20:46
Rio de Janeiro (RJ)

Marco Polo Del Nero retornou ao exercício da presidência da CBF.  A assessoria da entidade confirmou a medida. Ele tira do cargo principal do futebol nacional o Coronel Nunes, que volta a ser um dos cinco vices da entidade.

Del Nero marcou um encontro com os vices nesta segunda-feira, mas três dos cinco não compareceram, entre eles o aliado Gustavo Feijó, do Nordeste, que só apareceu na entidade à noite.

A convocação ocorreu na sexta-feira, quando Del Nero já tinha voltado ao cargo - isso ocorreu na quinta-feira. O perfil do ex-presidente em exercício já foi até tirado do site da CBF.

Del Nero tinha voltado de licença em janeiro para retirar Marcus Vicente da presidência e saiu dois dias depois, em 7 de janeiro, para deixar Coronel Nunes no lugar dele.

Mesmo licenciado, Del Nero jamais abandonou a articulação política na CBF. Ele, por exemplo, participou da reunião com Dunga e Gilmar Rinaldi sobre as apresentações da Seleção Brasileira nas Eliminatórias e os planos para a Copa América e Olimpíada.

A volta de Del Nero pegou muita gente de surpresa nos bastidores da bola. Vários presidentes de Federação, inclusive alguns dos vices, não tinham sido comunicados da mudança no poder.

Del Nero tinha deixado o poder em dezembro após ser indiciado pela Justiça dos Estados Unidos sob a acusação de ter recebido propina na negociação de contratos da Copa América, Libertadores e Copa do Brasil. A alegação é que ele precisava se preparar para a defesa. Um processo no Comitê de Ética da Fifa também foi aberto, mas o veredito ainda não saiu.