Gianni Infantino

Presidente da Fifa, Gianni Infantino é simpático a uma Copa com 48 seleções e várias sedes (Foto: Luis Robayo / AFP)

LANCE!
14/10/2016
16:45
Zurique (SUI)

A Fifa anunciou nesta sexta-feira que a Copa do Mundo de 2026 poderá ser organizada por múltiplos países, sem ainda estipular um número exato de sedes. A competição mais importante do mundo seguirá o modelo da Eurocopa de 2020, feita de forma itinerante. 

A entidade adiantou que o torneio não será disputado na Europa, salvo se nenhuma das candidaturas cumprir as exigências estipuladas pela Fifa. Neste caso, a própria entidade avisou que elegerá as associações da Uefa.

Sem o Velho Continente, cresce a possibilidade da Copa do Mundo ser organizada por um país da América do Norte até com uma candidatura tripla entre Estados Unidos, México e Canadá.

Em janeiro, o Comitê Executivo da Fifa discutirás a ampliação da Copa de 2026 para 40 ou até 48 seleções.

Nesta sexta-feira, a Fifa também definiu as regras para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, o calendário feminino de 2018-2019 e a data de entrega do prêmio de melhor jogador do mundo: 9 de janeiro de 2017.

Em relação à cerimônia, a Fifa encerrou a parceria com a "France Football" e distribuirá o troféu sozinha. A união entre a entidade e a revista começou em 2010 e terminou no mês passado.