Giulite Coutinho (Foto: Divulgação/América)

Giulite Coutinho foi liberado pela Prefeitura na manhã deste sábado, dia da partida (Foto: Divulgação/América)

João Matheus Ferreira
30/01/2016
10:00
Rio de Janeiro (RJ)

As estreias de Flamengo e Boavista no Campeonato Carioca estão confirmadas. Na manhã deste sábado, a Prefeitura desinterditou o Giulite Coutinho e liberou a realização da partida , marcada para 19h30. O América, proprietário do estádio, assinou um Termo de Ajustamento de Conduta e se comprometeu em cumprir as exigências necessárias após o parecer negativo dado pela Defesa Civil e pela Secretaria de Meio-Ambiente de Mesquita, Baixada Fluminense.

Feito isso, funcionários da Prefeitura estiveram no Giulite nesta manhã e retiraram o documento de interdição, que foi colocado na tarde de sexta. O chefe de gabinete da Prefeitura de Mesquita, Elço Luís Padilha, confirmou a liberação do estádio para as estreias de Flamengo e Boavista no Estadual.

- Procede. O América irá assinar um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) para cumprir, em breve, todas as exigências necessárias - disse, ao LANCE!.

A reportagem também entrou em contato com a Ferj, que confirmou o jogo, ainda que o estádio tenha sido desinterditado cerca de dez horas antes de a bola rolar. O diretor executivo do América, Marco Antonio Teixeira, agradeceu à Prefeitura pelo bom senso e lembrou que foi um bem para os torcedores.

- Acredito que eles concluíram que seria um malefício para todos a não realização da partida. Muita gente já tinha até comprado ingresso. Só cabe a nós, do América, parabenizar o bom senso da Prefeitura - comentou, ao L!.

A torcida do Flamengo já havia comprado uma boa parte da carga de ingressos para o jogo. Diante do impasse, a diretoria rubro-negra se mostrou sempre confiante de que a partida seria, sim, realizada normalmente. Os jogadores não tiveram concentração - decisão tomada antes da polêmica - e se reapresentam normalmente no fim desta manhã, em um hotel na Barra da Tijuca.