Basquete - Flamengo x Vasco (Foto:Delmiro Junior/Raw Image)

A torcida do Flamengo brigou no jogo contra o Vasco (Foto:Delmiro Junior/Raw Image)

RADAR/LANCE!
04/10/2016
18:16
Rio de Janeiro (RJ)

Após a confusão no Tijuca Tênis Clube envolvendo torcidas organizadas no clássico contra o Vasco, na última segunda-feira, o Flamengo divulgou uma nota oficial repudiando os atos de violência. A partida era válida pelo Campeonato Carioca de basquete e foi interrompida duas vezes.

No comunicado, o Fla aproveita para pedir a liberação das arenas utilizadas durante os Jogos Olímpicos e também de seu ginásio próprio, que seria erguido na Gávea. O clube tem grandes chances de ser punido pela federação carioca pelos ocorridos.

Basquete - Flamengo x Vasco (Foto:Delmiro Junior/Raw Image)
Torcida brigou na partida (Foto:Delmiro Junior/Raw Image)

Confira a nota na íntegra:

"O Clube de Regatas do Flamengo vem a público repudiar e lamentar os atos de violência cometidos por integrantes de torcidas organizadas rubro-negras na noite desta segunda-feira, no ginásio do Tijuca Tênis Clube, durante partida contra o Vasco pelo Campeonato Estadual de Basquete. Atos que provocaram a interrupção do jogo e um ambiente de ameaça e tensão no ginásio que não corresponde ao nível que o basquete rubro-negro atingiu nos últimos anos, quando conquistou todos os títulos possíveis, desde o âmbito estadual até mundial.

Cabe ressaltar que a verdadeira torcida do Flamengo foi o nosso sexto jogador em todas essas conquistas. O "Orgulho da Nação" continua contando com ela. No entanto, ações impensadas como essas, cometidas por uma minoria de vândalos inconsequentes, prejudicam os clubes e são decisivas para que cada vez mais famílias e torcedores de bem se afastem dos ginásios e estádios brasileiros.

O Clube de Regatas do Flamengo também lamenta que, exatamente no momento em que o basquete estadual retoma a sua força, os cinco ginásios usados nas Olimpíadas ainda estejam de portas fechadas para o público esportivo carioca. Além disso, o Clube de Regatas do Flamengo continua aguardando das autoridades a liberação oficial para a construção de seu ginásio próprio, que será erguido sem a utilização de verba pública.

O Clube de Regatas do Flamengo entende os lamentáveis episódios ocorridos ultrapassam a esfera esportiva, sendo uma questão de segurança pública. Se os responsáveis diretos por atos como estes fossem punidos exemplarmente, a questão da violência no esporte seria resolvida."