Thiago Ferri
19/10/2017
22:00
São Paulo (SP)

Alberto Valentim chegou nesta quinta à segunda vitória em dois jogos novamente como interino do Palmeiras. Com direito até a gol de Borja, que não marcava há quase quatro meses, o Verdão jogou bem e fez 2 a 0 na Ponte Preta, no Pacaembu. O resultado solidificou o atual campeão no G4 do Brasileiro e fez a diferença para o líder Corinthians cair para nove pontos, restando nove rodadas em jogo.

Apesar do pouco tempo de trabalho, Valentim aos poucos dá sua cara ao time. Primeiro, repetindo toda a escalação que começou contra o Atlético-GO; depois, até em jogadas ensaiadas. A saída no meio-campo do início do jogo lançada ao ataque é uma herança de Cuca, mas contra a Ponte já teve um pouco de Alberto, com outro posicionamento do time.


Elétrico à beira do campo, o atual treinador, enquanto percorria a área técnica de um lado a outro, viu o Verdão sofrer perigo no início em jogadas de velocidade pelos lados da Macaca, comandada por Eduardo Baptista, primeiro técnico palmeirense de 2017, e sem Sheik, lesionado. Mas assim como domingo, o time foi organizado e trabalhou mais a bola.

Só que esta paciência não vinha dando o efeito esperado. Dudu teve de acelerar a cobrança de um lateral para pegar a defesa ponte-pretana desarrumada. Willian passou para Moisés, que parou em Aranha. Keno manteve a jogada viva e abriu o placar para o Verdão no Pacaembu.

Dez minutos depois, nova decisão de Valentim, colocar Borja na vaga do artilheiro Willian, que saiu com dores na coxa. Com Alberto no comando, Deyverson, antes a primeira opção de ataque com Cuca, virou a última.

O colombiano teve sua primeira chance no início da etapa final, quando chutou por cima depois de um ótimo passe de Keno. Uma nova jogada entre os dois resultou no segundo gol do Palmeiras – um golaço: após o desvio do camisa 27, Borja deu um chapéu em Aranha e tocou de cabeça para o gol. Primeiro gol do xodó palmeirense desde o dia 21 de junho.

Arouca, sem jogar desde janeiro, e Felipe Melo foram as últimas mudanças do interino, que começa a fazer o Verdão embalar.

Entre os jogadores, cresce também a vontade por sua permanência. Antes do jogo, o capitão Dudu pediu a efetivação de Valentim, enquanto Mano Menezes é o sonho da diretoria. Mas o bom início do auxiliar já coloca sombra no cruzeirense.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 2 X 0 PONTE PRETA

Local:
Pacaembu, São Paulo (SP)
Data-Hora: 16/7/2017 - 11h
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Auxiliares: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Gustavo Rodrigues de Oliveira (ambos de SP)
Público/renda: 17.778 pagantes/R$ 525.802,50
Cartões amarelos: Elton, Marllon, Jeferson e Nino Paraíba (PON)
Cartões vermelhos: -
Gols: Keno (27'/1ºT) (1-0), Borja (27'/2ºT) (2-0)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Mayke, Edu Dracena, Juninho e Egídio; Bruno, Tchê Tchê (Arouca, aos 39'/2ºT) e Moisés (Felipe Melo, aos 41'/2ºT); Keno, Dudu e Willian (Borja, aos 38'/1ºT). Técnico: Cuca.

PONTE PRETA: Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Rodrigo e Jeferson; Elton (Jadson, Intervalo), Nadson, Jean Patrick (Felipe Saraiva, Intervalo), Claudinho (Renato Cajá, aos 30'/2ºT) e Danilo Barcelos; Lucca. Técnico: Eduardo Baptista.