Tchê Tchê

Tchê Tchê chegou ao São Paulo por intermédio de Cuca (Foto: Marcello Fim/Lancepress!)

LANCE!
04/04/2019
14:35
São Paulo (SP)

No mundo do futebol muitos técnicos têm seus jogadores preferidos, seja pela forma de jogo, pela polivalência ou até por grau de parentesco. 

O LANCE! relembra alguns casos de treinadores que repatriaram jogadores de confiança.

Cuca e Tchê Tchê

Cuca e Tchê Tchê
Tchê Tchê é um dos nomes de confiança de Cuca (Foto:Cesar Greco)

Tchê Tchê começou a chamar atenção de Cuca no Paulistão de 2016. Na época, o meia fazia parte do Audax, que chegou à final do estadual. No Verdão, Tchê Tchê manteve o nível e foi eleito para a seleção de melhores jogadores do Campeonato Brasileiro. O meia foi vendido para o Dínamo de Kiev (UCR), clube onde teve algumas oportunidades. 

Logo após chegar no São Paulo, Cuca pediu Tchê Tchê para a diretoria tricolor e foi atendido. Segundo o treinador, o atleta se destaca pela polivalência em campo, já que atua como lateral-direito, volante e meia.  

Misael e PC Gusmão

Misael jogou com PC Gusmão no Ceará e no Vasco
Misael jogou com PC Gusmão no Ceará e no Vasco (Foto:Divulgação)

O treinador PC Gusmão trabalhou com o atacante Misael em dois clubes. O primeiro trabalho juntos foi no Ceará, em 2009 e 2010. Com a saída do treinador, Misael continuou no Vozão, mas por pouco tempo.

PC chegou ao Vasco no começo de 2011 e logo pediu Misael à diretoria vascaína. O pedido foi atendido, e os dois trabalharam juntos, desta vez no cruzmaltino. 

Ney Franco trouxe pacotão do Ipatinga para o Flamengo 

Ney Franco no Ipatinga
Ney Franco trouxe sete atletas do Ipatinga para o Flamengo em 2006
(Foto: Reprodução)

O ano era 2006, e Ney Franco havia acabado de chegar ao Flamengo após um bom trabalho no Ipatinga. Logo quando chegou, Ney contratou um ''pacotão'' do time mineiro para a Gávea. Chegaram o volante Léo Medeiros, o meia Walter Minhoca, o atacante Diego Silva, o meia Paulinho, o lateral-direito Luizinho, o volante Jaílton e o meio-campista Leandro Salino.

Dos sete jogadores, apenas Paulinho conseguiu vingar no Flamengo, obtendo boa sequência de jogos. O restante foi para a reserva e saiu da equipe com o possar do tempo. 

Oswaldo de Oliveira e Rafael Marques

Oswaldo de Oliveira é um dos grandes fãs do futebol de Rafael Marques
Oswaldo de Oliveira é um dos grandes fãs de Rafael Marques (Foto:Reprodução)

O treinador Oswaldo de Oliveira e o atacante Rafael Marques possuem uma grande relação. Os dois trabalharam juntos pela primeira vez no Botafogo em 2012 e 2013. Quando Oswaldo saiu do Botafogo e chegou ao Palmeiras, o treinador logo pediu a contratação do jogador à diretoria alviverde.

O pedido foi atendido, e Rafael Marques se tornou um dos homens de confiança do treinador também no Verdão. Em entrevista, Oswaldo afirmou que o jogador é craque.

- O Rafael é um craque e acabou. Ele faz golaços, fez pelo Botafogo há pouco tempo - afirmou o treinador em entrevista.