Montagem - Corinthians x Santos(2012), Inter x São Paulo (2010) e Corinthians x Palmeiras (2000).

Clássicos regionais e duelos históricos marcam confrontos brasileiros nas últimas semis da Liberta (Foto: Divulgação)

LANCE!
29/08/2019
13:51
São Paulo (SP)

A Libertadores da América terá o sexto confronto entre brasileiros na fase semifinal do torneio neste século. Flamengo e Grêmio eliminaram Internacional e Palmeiras, respectivamente, e prometem fazer um jogo histórico para chegar à final da competição, que será disputada em Santiago (CHI), em jogo único.

O LANCE! relembra os outros confrontos entre brasileiros na fase semifinal da maior competição do continente. Tem clássicos regionais, reviravoltas e muita emoção durante as últimas partidas desta fase. 

2012 - Santos x Corinthians 

Santos x Corinthians - 20/6/2012
Timão eliminou o Santos em 2012 (Foto: Eduardo Viana/Lancepress!)

Santos e Corinthians se enfrentaram pelas semifinais da Libertadores de 2012. Na primeira partida, o Timão levou a melhor vencendo o Peixe, que contava com a base do time campeão da América no ano anterior, na Vila Belmiro por 1 a 0. Emerson Sheik marcou um golaço de fora da área e colocou o clube de Parque São Jorge em vantagem. 

O Pacaembu recebeu o jogo da volta. Neymar abriu o placar para o Santos, mas Danilo empatou e selou a classificação do Corinthians para a sua primeira final de Libertadores na história. O Timão acabou conquistando o título, vencendo o Boca Juniors (ARG) na finalíssima. 

2010 - Internacional x São Paulo

Internacional 1 x 0 São Paulo - Semifinal Libertadores 2010
Colorado eliminou o Tricolor em 2012 (Foto:Site Oficial/Internacional)

As semifinais da Libertadores reservaram o confronto brasileiro entre Internacional e São Paulo. No jogo de ida no Beira-Rio, o Inter levou a melhor, vencendo o Tricolor por 1 a 0 com gol do meia Giuliano, que estava começando a sua carreira no futebol. 

Na volta, o Morumbi lotado viu a eliminação do São Paulo. O clube paulista venceu o Colorado por 2 a 1, mas foi eliminado devido ao critério do gol marcado fora de casa. O zagueiro Alex Silva abriu o placar para o São Paulo, mas o atacante Alecsandro empatou. Ricardo Oliveira fez o gol do triunfo são-paulino, que não bastou para a classificação. 

2009 - Cruzeiro x Grêmio 

Cruzeiro x Grêmio - Libertadores 2007
Raposa levou a melhor sobre o Grêmio em 2009 (Foto:Reprodução)

O Cruzeiro eliminou o Grêmio nas semis da Libertadores de 2009. A primeira partida, que aconteceu no Mineirão, em Minas Gerais, terminou com vitória da Raposa por 3 a 1. Wellington Paulista, Wagner e Fabinho abriram 3 a 0 para os cruzeirenses. O meia Souza descontou .

O jogo da volta, no Olímpico, começou com o Cruzeiro a todo vapor. Wellington Paulista marcou duas vezes e praticamente sacramentou a classificação dos mineiros. Réver e Souza chegaram a empatar, mas foi só. O empate por 2 a 2 classificou a Raposa para a final da Libertadores. 

2007 - Grêmio x Santos 

Santos na Libertadores em 2007
Santos foi eliminado pelo Grêmio em 2007 (Foto:Lancepress!)

Santos e Grêmio decidiram a vaga para a final da Libertadores na edição de 2007. O primeiro jogo, no Olímpico, acabou sendo vencido pelo Tricolor gaúcho por 2 a 0. O meia Tcheco abriu o placar, e dois minutos depois o atacante Carlos Eduardo sacramentou o placar, que deu uma boa vantagem à equipe gaúcha, que era comandada por Mano Menezes. 

O jogo da volta começou com o Grêmio abrindo o placar, com Diego Souza. Porém, o Peixe não se abateu e virou para 3 a 1, com dois gols de Renatinho e um do meia Zé Roberto. Porém, com o gol marcado fora de casa, o Grêmio se classificou para a final da Libertadores. 

2000 - Corinthians x Palmeiras

Palmeiras x Corinthians - Libertadores 2000 - Morumbi
Marcos foi o herói palmeirense na Liberta de 2000 (Foto: Arquivo)

Corinthians e Palmeiras protagonizaram uma das semifinais mais incríveis da história da Libertadores. Depois de se enfrentarem nas quartas de final da Liberta em 99, os rivais tiveram uma 'revanche' no ano seguinte. As duas partidas foram disputadas no Morumbi.

O primeiro jogo terminou 4 a 3 para o Timão, em um verdadeiro jogaço. Ricardinho abriu o placar para o Corinthians, mas Júnior empatou. Porém, Marcelinho Carioca colocou o Corinthians em vantagem antes do intervalo. O meia Edílson abriu 3 a 1, no entanto, Alex e Euller empataram. No final do jogo, o volante Vampeta deu a vitória e a vantagem do empate ao Corinthians.

A segunda partida também foi emocionante. Precisando vencer por dois gols de diferença para se classificar no tempo normal, o Palmeiras abriu o placar com Euller, mas Luizão empatou ainda na primeira etapa. Luizão virou para o Timão no segundo tempo, mas o Palmeiras não desistiu. Alex e Galeano viraram a partida para o Verdão, fechando o placar em 3 a 2, levando a decisão para as penalidades.

Coube ao destino que Marcelinho Carioca, ídolo e um dos principais jogadores do Corinthians, errasse a última e decisiva cobrança, classificando o Palmeiras à final da Libertadores.