Richard e Boselli

Jogadores do Corinthians se estranham em treino (Foto: Reprodução)

LANCE!
19/02/2019
15:30
Rio de Janeiro (RJ)

Os ânimos dos jogadores em uma partida de futebol são facilmente mutáveis. Com a emoção a flor da pele, os atletas passam a se irritar com facilidade e normalmente, acontecem cenas de rispidez com os colegas de equipe, como aconteceu nesta semana com Richard e Boselli, no Corinthians.

Como é uma cena, de certo modo, normal no futebol, o LANCE! relembre situações parecidas com as do treino do Corinthians desta semana, em que companheiros de equipe que se estranharam e chegaram até as vias de fato. Confira!

MARQUINHOS E TÉVEZ - CORINTHIANS (2005)

Marquinhos x Tevez - (Corinthians) 2005
Confusão no Timão (Foto: Marcelo Ferrelli/Lancepress!)

Em 2005, durante a campanha do título brasileiro do Corinthians, os ânimos ficaram exaltados durante um treino no Parque São Jorge. O zagueiro Marquinhos teria dado uma cotovelada em Tévez durante uma jogada, que gerou a ira do argentino.

O atacante foi para cima do zagueiro, quando chegaram a trocar socos até que chegasse alguém para separar. O resultado da confusão foi que Marquinhos foi afastado do time e emprestado ao Atlético-MG.

ROBINHO E GRAVESEN - REAL MADRID (2006)

Gravesen x Robinho (Real Madrid)
Dinarmaquês e brasileiro se enfrentaram (Foto: AFP)

Nem o maior campeão da Liga dos Campeões está longe de ter uma confusão entre seus jogadores. Em 2006, o brasileiro Robinho reclamou de uma entrada forte do dinamarquês Thomas Gravesen durante uma jogada no treino do Real Madrid.

A reclamação foi tão forte que os jogadores acabaram brigando com socos e empurrões durante no treinamento. Com isso, o treinador Fabio Capello decidiu expulsar os dois da atividade e após alguns dias, o dinamarquês foi contratado pelo Celtic.

OBINA E MAURÍCIO - PALMEIRAS (2009)

Obina x Mauricio (Palmeiras)
Zagueiro e atacante saíram na mão (Foto: Reprodução/Internet)

Durante uma partida pelo Campeonato Brasileiro de 2009 entre Palmeiras e Grêmio, o atacante Obina e o zagueiro Maurício protagonizaram uma forte discussão na ida para o intervalo de jogo. Os jogadores trocaram socos e xingamentos.

No dia seguinte, após o Palmeiras ser derrotado por 2 a 0 pelo time gaúcho e ficar ainda mais distante do título brasileiro daquele campeonato, o clube decidiu rescindir o contrato dos dois jogadores.

ANDREI E ROMÁRIO - FLUMINENSE (2002)

Andrei x Romário (Fluminense)
O baixinho agrediu o zagueiro em 2002 (Foto: Reprodução)

Em 2002, quando vestiu a camisa do Fluminense, o baixinho Romário fez seu único gol de bicicleta na carreira. Entretanto, além do golaço, o atacante teve um episódio curioso com a camisa do Tricolor. Durante um jogo do Brasileirão, em uma derrota por 6 a 0 para o São Paulo, Romário agrediu o zagueiro Andrei.

O lance aconteceu durante a partida e o atacante de 1000 gols foi reclamar com o zagueiro no campo de defesa e acertou um soco no rosto do jogador, que sequer reagiu ao lance. Na época, o baixinho foi suspenso pelo STJD por uma partida.

DJALMINHA E RENATO GAÚCHO - FLAMENGO (1993)

Renato Gaúcho briga com Djalminha - Marcelinho tenta separar
Djalminha e Renato Gaúcho tretaram em um Fla-Flu (Foto: Divulgação)

Durante um clássico entre Flamengo e Fluminense, em 1993, Renato Gaúcho e Djalminha chegaram a discutir e trocar empurrões dentro de campo, onde um jovem Marcelinho Carioca entrou no meio para tentar apartar a confusão entre os jogadores.

A partida foi realizada no Caio Martins, em Niterói, pelo Torneio Rio-São Paulo. A treta fez com que Djalminha, na época com apenas três anos como profissional do Flamengo, fosse dispensado pelo Rubro-Negro. Hoje, os jogadores são amigos e brincam com o caso.

FELIPE VIZEU E RHODOLFO - FLAMENGO (2017)

Flamengo x Corinthians
Vizeu dando o 'dedo' para o zagueiro (Foto:Marcelo Cortes / Fotoarena)

No ano de 2017, o Flamengo recebeu o Cortinhians na Ilha do Urubu e após se estranharem durante a marcação dentro da área após uma cobrança de escanteio, Felipe Vizeu e Rhodolfo trocaram empurrões e o jogo seguiu.

Entretanto, minutos depois, Vizeu marcou um gol para o Flamengo e comemorou dando o dedo do meio para o zagueiro, que deixou o gramado dizendo que iria 'pegar esse moleque' no vestiário. Após a partida, os ânimos acalmaram e os jogadores se entenderam.

FELIPE MELO E RIERA - GALATASARAY (2012)

Felipe Melo e Albert Riera - (Galatasaray)2012
Felipe Melo com a camisa do Galatasaray (Foto: Osman Orsal)

Durante o ano de 2012, quando vestia a camisa do Galatasaray, o atual jogador do Palmeiras foi protagonista de uma agressão ao seu companheiro, Albert Riera, durante um treino da equipe turco.

Em entrevista ao site do Galatasaray, o brasileiro reconheceu a atitude e pediu desculpas publicamente ao jogador espanhol, que perdoou o volante e fez as pazes.