Botafogo x Juventude

(Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

LANCE!
10/04/2019
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

O Botafogo luta para se classificar à quarta fase da Copa do Brasil. Após um empate em 1 a 1 no Rio de Janeiro, a tarefa do Alvinegro será em Caxias do Sul, contra o Juventude, no Estádio Alfredo Jaconi, às 19h15. A partida será disputada nesta quinta-feira e, como não há a vantagem do gol fora de casa, qualquer empate levará a decisão para a disputa de pênaltis.

Apesar de conviver com alguns momentos um tanto quanto conturbados no extra-campo, existem razões que o Botafogo pode se apoiar para superar esses fatores, garantir a classificação e virar a chave na temporada. O LANCE! mostra cinco razões que podem ser aliadas do Alvinegro na partida.

ESTRELA DE ERIK

Botafogo x Juventude - Erick
Erik foi um dos protagonistas no primeiro jogo do confronto (Foto: VITOR SILVA/SSPRESS/BOTAFOGO)

Erik é um dos destaques do Botafogo. Importante em 2018, quando foi um dos jogadores responsáveis por tirar o Alvinegro de uma posição desconfortável no Campeonato Brasileiro, o atacante vem repetindo a dose na atual temporada, principalmente quando o assunto é competição mata-mata. No jogo de ida, ele sofreu o pênalti e concluiu, marcando o único gol do Glorioso.

O camisa 11 se transforma em partidas eliminatórias. No ano, contando jogos válidos por Copa do Brasil e Copa Sul-Americana, Erik marcou seis gols em cinco partidas. Isso representa que, em média, o atacante balança as redes 1,2 vezes por duelo.

GATITO

Botafogo x Vasco Gatito Fernández
Gatito Fernández é especialista em defender pênaltis (Foto: Vitor Silva / SS Press / BFR)

Especialista em defender cobranças de pênalti, Gatito Fernández pode ser importante caso a partida termine empatada e a decisão se dê por meio dos chutes à marca da cal. Até aqui, o paraguaio pegou dez cobranças vestindo a camisa do Botafogo, contando finalizações no tempo normal e em disputas.

O goleiro esteve diretamente envolvido nas decisões por pênalti contra o Olimpia, pela segunda fase preliminar da Libertadores de 2017, e diante do Vasco, na final do Campeonato Carioca de 2018. Nas duas ocasiões, o Botafogo saiu vitorioso de campo.

SITUAÇÃO FINANCEIRA

Botafogo x Juventude
O atraso dos salários aliviou (Foto: Vitor Silva / SS Press / BFR)

Os jogadores ganharam uma forma de motivação para a partida. Nesta terça-feira, a diretoria do Botafogo confirmou o pagamento dos salários referente a fevereiro, e o pagamento das imagens do mesmo mês está encaminhado. Dessa forma, apenas março - que venceu no último dia 5 - está atrasado.

Os jogadores do Botafogo até resolveram não se concentrar para a primeira partida do confronto, realizado no Estádio Nilton Santos, como uma forma de protesto aos salários atrasados. Agora, os atletas comandados por Zé Ricardo chegarão em Caxias do Sul com uma situação financeira mais favorável.

DEFESA SÓLIDA

Botafogo x Juventude
Marcação é um dos destaques (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Assim como Erik, a dupla de zagueiros também 'se transforma' quando o assunto é torneio eliminatório. Marcelo Benevenuto e Gabriel, parceria que vem sendo escolhida por Zé Ricardo, são dois dos destaques do Botafogo na temporada. Em seis partidas de mata-mata disputadas em 2019, o Alvinegro concedeu apenas um gol - justamente no jogo de ida contra o Juventude - e muito disso passa por conta do desempenho dos dois.

Sem Joel Carli, capitão da equipe, lesionado desde o começo da temporada, o jovem Marcelo Benevenuto, oriundo das categorias de base, entrou e não comprometeu. Gabriel, por sua vez, foi envolvido na negociação que levou Igor Rabello ao Atlético-MG e reencontrou as boas atuações no Rio de Janeiro.

DESEMPENHO EM CASA IRREGULAR DO JUVENTUDE

Juventude - Alfredo Jaconi
Juventude não tem bom aproveitamento diante da torcida na atual temporada (Foto: Divulgação)

Apesar do Estádio Alfredo Jaconi ser tradicional e a torcida do Juventude ser uma das mais famosas do futebol gaúcho, a equipe ainda não mostrou que sabe aproveitar esses fatores na temporada. Em 2019, o time alviverde fez nove jogos em seus domínios, com duas vitórias, um empate e cinco derrotas, o que representa um aproveitamento de 29%. 

Uma dessas vitórias, porém, foi justamente na Copa do Brasil. Na fase anterior, o Juventude superou o América-MG por 2 a 1. O desempenho do Alviverde contra equipes da Série A em 2019 não é dos melhores: perdeu para o Grêmio por 6 a 0, nas oitavas do Gauchão, e de 2 a 1 para o Internacional, na fase de grupos do Estadual.