icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/07/2013
23:04

O surfista Alejo Muniz teve um dia iluminado neste domingo e conquistou o título do Vans US Open de Surfe, quarta etapa do calendário do ASP Prime, que distribuiu pontos importantes para o ranking. O brasileiro superou anfitriões nas praias da Califórnia para alcançar o título.

Nas quartas de final, Alejo bateu o americano Nat Young com uma pontuação de 13,64, contra apenas 5,83 do rival. Em seguida, nas semifinais, o surfista argentino naturalizado brasileiro aumentou sua pontuação, fez 14 pontos e derrotou o australiano Matt Banting, que fez 11,5.

Na grande decisão, em Huntington Beach, Alejo brilhou com uma pontuação ainda maior que as anteriores: 16,23. Seu rival, o local Kolohe Andino fez 14,54 e ficou com o vice-campeonato.

- Eu nao posso acreditar que venci. Gostaria de dedicar ao meu avô, que hoje completam quatro anos de sua morte. Esta é a maior vitória de minha carreira. Eu sabia que tinha que marcar pontos, as ondas estavam morrendo um pouco com a maré alta, mas o mar realmente cooperou comigo hoje - disse Alejo, de 23 anos.

Outro brasileiro na disputa, Adriano de Souza, o Mineirinho, ficou pelo caminho ainda nas quartas de final. Ele perdeu para o vice-campeão Kolohe Andino, que fez 14,66 contra 13,27 do brazuca.

O título deste domingo, que ofereceu um prêmio de US$ 250 mil (cerca de R$ 500 mil) a Alejo, é apenas o segundo da carreira do catarinense em etapas prime. Ele já havia sido campeão do Prime de Fernando de Noronha, no Brasil, em 2011. Alejo entrou no torneio como 24º do ranking e saiu como 15º.

O melhor brasileiro no ranking mundial é Mineirinho, teceiro colocado da lista encabeçada pelo sul-africano Jordy Smith e que tem o australiano Julian Wilson como vice-líder. O astro americano Kelly Slater é o sexto.

No feminino, a única brasileira, Silvana Lima,  caiu antes das quartas de final. O título do US Open feminino ficou com a havaiana Carissa Moore, que venceu a americana Courtney Conlogue na decisão por 16 a 15,27.

Antes Carisse, havia deixado a francesa Pauline Ado pelo caminho nas semifinais ao marcar 14,70 pontos, contra 10,23 de Ado. Conlogue havia derrotado a australiana Tyler Wright por 16,07 a 11,33 antes de ser vice-campeã na Califórnia.

Veja como foram as etapas do calendário prime antes da vitória de Alejo Muniz na 4ª etapa

1ª etapa:
Margaret River, na Australia
Havaiano Dusty Payne foi campeão

2ª etapa:
Praia de Itauna, em Saquarema (RJ), no Brasil
Australiano Mitch Coleborn foi campeão

3ª etapa:
Balito, na África do Sul
Australiano Julian Wilson foi campeão

O surfista Alejo Muniz teve um dia iluminado neste domingo e conquistou o título do Vans US Open de Surfe, quarta etapa do calendário do ASP Prime, que distribuiu pontos importantes para o ranking. O brasileiro superou anfitriões nas praias da Califórnia para alcançar o título.

Nas quartas de final, Alejo bateu o americano Nat Young com uma pontuação de 13,64, contra apenas 5,83 do rival. Em seguida, nas semifinais, o surfista argentino naturalizado brasileiro aumentou sua pontuação, fez 14 pontos e derrotou o australiano Matt Banting, que fez 11,5.

Na grande decisão, em Huntington Beach, Alejo brilhou com uma pontuação ainda maior que as anteriores: 16,23. Seu rival, o local Kolohe Andino fez 14,54 e ficou com o vice-campeonato.

- Eu nao posso acreditar que venci. Gostaria de dedicar ao meu avô, que hoje completam quatro anos de sua morte. Esta é a maior vitória de minha carreira. Eu sabia que tinha que marcar pontos, as ondas estavam morrendo um pouco com a maré alta, mas o mar realmente cooperou comigo hoje - disse Alejo, de 23 anos.

Outro brasileiro na disputa, Adriano de Souza, o Mineirinho, ficou pelo caminho ainda nas quartas de final. Ele perdeu para o vice-campeão Kolohe Andino, que fez 14,66 contra 13,27 do brazuca.

O título deste domingo, que ofereceu um prêmio de US$ 250 mil (cerca de R$ 500 mil) a Alejo, é apenas o segundo da carreira do catarinense em etapas prime. Ele já havia sido campeão do Prime de Fernando de Noronha, no Brasil, em 2011. Alejo entrou no torneio como 24º do ranking e saiu como 15º.

O melhor brasileiro no ranking mundial é Mineirinho, teceiro colocado da lista encabeçada pelo sul-africano Jordy Smith e que tem o australiano Julian Wilson como vice-líder. O astro americano Kelly Slater é o sexto.

No feminino, a única brasileira, Silvana Lima,  caiu antes das quartas de final. O título do US Open feminino ficou com a havaiana Carissa Moore, que venceu a americana Courtney Conlogue na decisão por 16 a 15,27.

Antes Carisse, havia deixado a francesa Pauline Ado pelo caminho nas semifinais ao marcar 14,70 pontos, contra 10,23 de Ado. Conlogue havia derrotado a australiana Tyler Wright por 16,07 a 11,33 antes de ser vice-campeã na Califórnia.

Veja como foram as etapas do calendário prime antes da vitória de Alejo Muniz na 4ª etapa

1ª etapa:
Margaret River, na Australia
Havaiano Dusty Payne foi campeão

2ª etapa:
Praia de Itauna, em Saquarema (RJ), no Brasil
Australiano Mitch Coleborn foi campeão

3ª etapa:
Balito, na África do Sul
Australiano Julian Wilson foi campeão