icons.title signature.placeholder Joana Bueno e Raphael Martins
04/07/2014
09:15

França e Alemanha se enfrentam nesta sexta-feira no campo de futebol, mas no campo de batalha os dois países protagonizaram algumas das guerras mais sangrentas e importantes dos séculos XIX e XX. No entanto, ambas as nações são hoje as principais líderes da União Europeia, e a rivalidade histórica fica restrita ao esporte.

No Maracanã, a França tentará vingar as derrotas e as eliminações das Copas de 1982 e 1986. Na história, foi o sentimento de revanchismo dos franceses que deu origem ao conflito mais sangrento da História, a Segunda Guerra Mundial. Quem levará a melhor no duelo válido pelas quartas de final da Copa 2014? Acompanhe os detalhes deste jogo, que terá transmissão em tempo real do LANCE!Net

Após a Guerra Franco-Prussiana, em 1870, o território francês da Alsácia-Lorena, rico em minérios, foi tomado pela Alemanha. Quase 50 anos depois, como punição por ter iniciado a Primeira Guerra Mundial, o país germânico teve de devolver a região à França, mas a tomou de volta durante Segunda Guerra. Hoje, o território, que faz parte da França, mas onde muitos habitantes falam alemão, concentra importantes instituições da União Europeia, simbolizando a paz entre ambos os países após o fim dos conflitos.

Numa Europa em crise, França e Alemanha lideram a recuperação econômica do continente. No futebol, as duas seleções, com um futebol eficiente, são favoritas ao título. Mas a rivalidade histórica também teve capítulos importantes na Copa.

Em Mundiais, foram três encontros (veja mais abaixo). Na semifinal da Copa da Espanha-1982, o confronto quase gerou uma crise diplomática. Na partida, o goleiro Schumacher protagonizou um violento choque com o meia Battiston, que entrou em coma. Com medo do retorno do sentimento anti-alemão, François Mitterrand, presidente francês, e Helmut Schmidt, chanceler alemão, emitiram um comunicado em conjunto. E não houve guerra.

NA HISTÓRIA

Guerra Franco-Prussiana
O conflito, entre 1870 e 1871, gerou a unificação alemã e a tomada da Alsácia-Lorena pela Alemanha. Foi também a primeira derrota de uma potência europeia para uma nação "menor".

Primeira Guerra Mundial
Foi o maior conflito militar da História até então. Nos acordos de paz, o revanchismo francês gerou duras punições à Alemanha.

Segunda Guerra Mundial
Gerou a tomada da França pela Alemanha nazista e o desfile de Hitler e suas tropas pela Champs-Élysées, em Paris. Durou seis anos, com cerca de 60 milhões de mortos.

Tropas nazistas invadem Paris durante a Segunda Guerra Mundial (Foto: Reprodução)

União Europeia
Com o fim dos conflitos, a Europa se uniu política e economicamente, liderada por França e Alemanha.

FRANÇA X ALEMANHA NO CAMPO

Copa 1958 - Suécia
Valia o terceiro lugar da Copa, mas para os dois lados era mais do que isso. A França goleou a então campeã mundial de 1954 por 6 a 3. Só o artilheiro daquele Mundial, Just Fontaine, balançou a rede quatro vezes.

Copa 1982 - Espanha
Semifinal do Mundial da Espanha. Já na prorrogação, a França vencia por 3 a 1. A Alemanha buscou o empate em 3 a 3. Nos pênaltis, os alemães venceram por 5 a 4. Este jogo ficou marcado pela entrada do goleiro Schumacher no meia francês Battiston.

Goleiro alemão Schumacher derrubou Battiston, que foi em coma para o hospital (Foto: Arquivo L!)

Copa 1986 - México
Quatro anos depois e outra semifinal, agora no México, Brehme e Völler fizeram os franceses chorarem outra vez. Vitória por 2 a 0 diante de uma França esfacelada pelo cansaço do duelo contra o Brasil nas quartas de final.

COM A PALAVRA

Prof. Tanguy Baghidadi

A rivalidade entre França e Alemanha possui contornos especiais, diferentes de qualquer outra. Os dois países se envolveram em diversas guerras, até bem antes do conflito Franco-Prussiano do fim do Século XIX, que culminou com a unificação e formação da Alemanha moderna. O sentimento de revanchismo povoou durante décadas o sentimento dos povos das duas nações e ajudaram a forjar as condições para as duas grandes guerras ocorridas na Europa durante o Século XX. A cooperação entre franceses e alemães, iniciada a partir de 1948, e que culminou com a posição de liderança dos dois países no âmbito da União Europeia, deslocou essa rivalidade para dentro de campo. O futebol serve como simulacro da vida real. Ou seja, atualmente não há motivos para um francês querer matar um alemão e vice-versa, porém, nenhum dos dois lados quer perder uma partida para o seu maior rival. Por isso, os contornos dramáticos nestes duelos. Para completar, gostaria de fazer menção a um episódio ocorrido durante a Primeira Guerra Mundial. No Natal de 1914, os soldados alemães improvisaram uma árvore de Natal em sua trincheira. O gesto sensibilizou os franceses, que jogaram uma bola de futebol em direção à posição inimiga. Os alemães entenderam o recado e os soldados dos dois exércitos disputaram uma partida de futebol no campo de batalha.