icons.title signature.placeholder Fábio Suzuki
23/06/2014
10:30

Primeira empresa chinesa a patrocinar uma Copa do Mundo, a Yingli Solar pretende fazer do Mundial um evento mais ecológico. A intenção da companhia é neutralizar a emissão de carbono de suas ações no país através do fornecimento de 5 mil painéis solares e cerca de 30 sistemas de energia solar que estão espalhados em estruturas utilizadas no torneio, entre eles o estádio do Maracanã e a Arena Pernambuco.

Nessa entrevista exclusiva ao Diário Lance!, a vice-presidente global de marketing da Yingli, Judy Lee, comenta sobre as ações que a companhia está realizando durante a Copa do Mundo e também as iniciativas abrangendo o futebol, modalidade que é um dos pilares da estratégia de marketing da empresa para reforçar sua marca nos mercados onde atua.

Como a empresa atuará para evitar a emissão de carbono durante a Copa do Mundo?
A Yingli planeja ter uma pegada de carbono neutra para todos os eventos promocionais da empresa e suas atividades no Brasil durante a Copa do Mundo. Isto inclui as emissões de carbono para a construção e o transporte dos projetos solares da Yingli e das placas de publicidade localizadas nos estádios que receberão jogos da Copa, além das emissões provenientes do programa de hospitalidade aos clientes da Yingli, incluindo as viagens e o alojamento durante o torneio e a coletiva de imprensa Yingli no Brasil, que será realizada no dia 27 de junho.

Que iniciativas a companhia irá realizar para compensar essa emissão de carbono durante o evento?
Para atingir a neutralidade de carbono, a Yingli forneceu mais de 5.000 painéis solares e cerca de 30 sistemas de energia solar fora da grade que irão abastecer alguns estádios da Copa. Em parceria com ClimatePartner, uma agência ambiental independente e certificada, iremos calcular e verificar com precisão os dados de emissões durante o período de ativação de patrocínio Yingli no Brasil. Como parte do nosso programa de hospitalidade, vamos organizar o “Dia de Sustentabilidade” no qual empregados e clientes da Yingli no Brasil vão plantar mudas de espécies de vegetação nativa da costa brasileira, que serão fornecidas pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente. Esta ação ajudará a evitar a erosão das dunas costeiras, além de compensar as emissões a longo prazo.

Em que locais do Mundial foram instalados os painéis de energia solar da empresa? Qual a capacidade de geração de energia desses painéis?
A Yingli forneceu 1 MW de painéis solares para a Arena Pernambuco, que será palco de cinco partidas da Copa e 390 kW de painéis para o Maracanã, onde serão disputados sete jogos do Mundial, incluindo a final. Juntos, esses projetos geram eletricidade suficiente para abastecer aproximadamente 6.250 brasileiros por um ano.

Como a companhia ativará sua marca durante o evento?
Sendo a maior fabricante de painéis solares do mundo, nosso objetivo é mostrar às pessoas que este tipo de energia pode estar perto delas. Também queremos aumentar a visibilidade das questões de sustentabilidade por meio de nosso patrocínio, e é por isso que Yingli tornou-se o primeiro patrocinador neutro de carbono na história da Copa e irá compensar todas as nossas atividades e ativações no Brasil. Por meio de mensagem "Todos sob um único sol", algumas das ativações realizadas são: torres de informações co-branded com a FIFA e alimentados por sistemas de energia solar fora da grade, estações de carregamento de celular nos estádios, programa de hospitalidade para clientes nos jogos das semifinais e finais, que inclui também uma oportunidade de voluntariado, e uma campanha com o Fuleco em grandes áreas públicas em toda a China em parceria com o fabricante oficial do Fuleco.

Qual a estrutura montada pela companhia para a Copa no Brasil?
Aproximadamente 30 funcionários. Estamos principalmente em São Paulo e no Rio de Janeiro. Muitos dos nossos funcionários só se juntarão a nós para o nosso programa de hospitalidade que ocorrerá nas semifinais e final. O número permanentemente no país é entre 15 e 20 pessoas.

Por que a companhia decidiu investir no futebol?
O futebol é um dos esportes mais assistidos do mundo, e a China, nossa casa, está entre os países com os maiores números de fãs do esporte. O futebol é o esporte favorito nos países onde atuamos, como na Europa, e em países onde estamos começando a atuar, tais como a América Latina. A Yingli tornou-se a primeira empresa de energia renovável e a primeira empresa chinesa a ser patrocinadora de uma Copa do Mundo, em 2010 na África do Sul e desde então tem investido em patrocínios de futebol nos EUA, incluindo as seleções masculina, feminina e juvenil do país e o clube Bayern de Munique, uma das franquias de futebol mais populares do mundo. Futebol é sem dúvida o esporte mais popular do mundo e isso nos permite causar um impacto maior na conscientização dos consumidores de energia solar do que qualquer outro patrocínio.

Que ações são realizadas com a seleção norte-americana?
Como patrocinador dos EUA, a Yingli ajudou a lenda da equipe feminina, Mia Hamm, a instalar painéis solares na casa da família dela e ela está ajudando a empresa a promover a energia solar entre os proprietários de casas e fãs de futebol dos EUA. Além de promover a adoção de energia solar com a Mia Hamm, usamos nossa parceria com o futebol norte-americano para nos ajudar a criar oportunidades para jovens atletas em comunidades desfavorecidas. Estamos trabalhando em uma série de iniciativas filantrópicas, no âmbito do programa P.A.S.S. (Powering Advancement with Solar and Soccer - Promovendo o avanço com energia solar e futebol), que combina vantagens financeiras e educacionais dos sistemas de energia solar com os benefícios do estilo de vida ativo de futebol.

Qual o retorno obtido desde que passou a patrocinar a equipe americana?
Não podemos revelar detalhes financeiros relacionados ao nosso patrocínio de futebol dos EUA devido a acordos de confidencialidade.

O que levou a companhia a investir no futebol alemão?
A rigor, nós não estamos patrocinando o futebol alemão, mas temos uma parceria com o Bayern de Munique, um dos clubes mais populares do mundo. A grande questão é que o Bayern não é amado apenas na Alemanha, mas também no resto do mundo. Na China, por exemplo, eles têm pelo menos sete fãs-clubes oficiais registrados e o time possui uma enorme comunidade de fãs no mundo inteiro. Como a Alemanha também é o "berço" da indústria solar, esta parceria sublinha o nosso forte compromisso com o mercado alemão. Tanto a Yingli Solar quanto o Bayern são líderes em seus campos de atuação e compartilham uma visão comum: criar um futuro mais sustentável, tornando a energia solar acessível para todos

Que outras iniciativas pretende realizar no futebol nos próximos anos?
Ainda não fizemos nenhum anúncio público sobre nossos planos relacionados ao futebol. No entanto, já vimos resultados positivos em todas nossas plataformas de marketing esportivo e são suscetíveis de continuar a investir na comercialização de oportunidades que geram mais negócios e exposição de marca para a Yingli.

Há a pretensão de investir no futebol brasileiro? Tem estudado essa oportunidade?
O futebol é um esporte extremamente popular nos mercados emergentes de energia solar onde estamos expandindo nossa presença, inclusive no Brasil. Estamos constantemente avaliando diferentes oportunidades e os examinando em consideração às condições do mercado local.