icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/06/2014
09:03


Desde a primeira participação de uma delegação brasileira em uma Olimpíada até o recorde de conquistas na última edição dos Jogos, em 2012, em Londres (ING). Láureas e conquistas não faltam para o Brasil nesses 100 anos do Comitê Olímpico Brasileiro. Confira alguns fatos importantes que ocorreram nesses anos:

1920
O COB envia sua primeira delegação para uma edição dos Jogos Olímpicos, em Antuérpia. Vinte e um atletas foram até a Bélgica, e o Brasil ganhou suas primeiras três medalhas na história, sendo um ouro com Guilherme Paraense no tiro esportivo.

1932
Após ficar fora dos Jogos da Antuérpia-1928 por falta de recursos, o Brasil consegue competir na Olimpíada seguinte, em Los Angeles, mas de forma precária. Os atletas viajaram durante um mês de navio até a sede do evento. A embarcação navegou recheada de sacos de café, que deveriam ser vendidos pelos atletas nos Estados Unidos para cobrir as despesas.

1948
O Brasil compete na Olimpíada de Londres (ING) e viaja pela primeira vez de avião para uma edição dos Jogos. O país conquista sua primeira medalha em esportes coletivos: bronze no basquete masculino.

1952
O Brasil volta a ganhar uma medalha de ouro em Olimpíadas, com Adhemar Ferreira da Silva no atletismo (salto triplo), em Helsinque (FIN).

1963
O Brasil recebe pela primeira vez uma edição dos Jogos Pan-Americanos, em São Paulo. O evento é organizado pelo COB e pelos governos estadual e municipal.

1984
Em Los Angeles, o Brasil consegue sua melhor campanha olímpica até então, ao ganhar oito medalhas, sendo uma de ouro com Joaquim Cruz no atletismo (800m).

1992
Pela primeira vez, o Brasil participa de uma edição dos Jogos Olímpicos de Inverno, em Albertville (FRA). A delegação brasileira foi composta por sete atletas - seis homens e uma mulher -, todos no esqui alpino. Até hoje, os brasileiros nunca medalharam na competição. Nesse mesmo ano, nos Jogos Olímpicos de Verão, em Barcelona (ESP), o a Seleção Brasileira masculina de vôlei conquistou sua primeira medalha de ouro.

2007
O Rio de Janeiro sedia os Jogos Pan-Americanos, na segunda edição da competição no país. O Brasil termina na terceira colocação o quadro geral de medalhas, com 52 ouros, 40 pratas e 66 bronzes.

2008
Na Olimpíada de Pequim, o Brasil quebra tabus com as medalhas de ouro inéditas no naipe feminino (Maurren Maggi no salto em distância, e no vôlei feminino). No ano seguinte, o país é eleito para sediar a Olimpíada de 2016.

2010
Na primeira edição dos Jogos Olímpicos da Juventude, o Brasil leva uma delegação de 81 atletas, em 21 esportes. Foram conquistadas sete medalhas, sendo três de ouro (David Lourenço - boxe, Caio Cezar Fernandes no salto em distância - atletismo; Caio Cezar Fernandes no revezamento medley - atletismo), três de prata e uma de bronze.

2012
Na última edição dos Jogos Olímpicos, o Brasil alcançou seu recorde de medalhas: 17 (três de ouro, cinco de prata e nove de bronze). Além do recorde de medalhas, o a delegação brasileira teve em Londres o primeiro ouro olímpico do judô feminino, com Sarah Menezes; a primeira medalha do pentatlo moderno, o bronze de Yane Marques; e a primeira medalha olímpica da ginástica artística, o ouro de Arthur Zanetti nas argolas.

2014
Para a disputa dos Jogos Sul-Americanos do Chile, o Time Brasil se reuniu pela primeira vez no ciclo olímpico que culminará nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Com uma delegação formada por 479 atletas, em 41 modalidades, o Brasil terminou em primeiro no quadro de medalhas, conquistando 258 medalhas, sendo 110 de ouro, 69 de prata e 79 de bronze. Foi apenas a segunda vez que o Brasil liderou a competição.