Thiago Ferri
20/01/2016
21:33
Enviado especial a Montevidéu (URU)

Durante a pré-temporada foi repetido que desta vez o Palmeiras montou um elenco capaz de fazer o técnico Marcelo Oliveira mudar a escalação sem perder qualidade. Pois o primeiro teste de 2016 mostrou isto: com reservas atuando de forma decisiva, o Verdão bateu o Libertad (PAR) por 2 a 0, em torneio amistoso disputado nesta quarta-feira, no Uruguai.

Em um Centenário inicialmente vazio e com a maioria do público preocupada com o clássico na sequência entre Nacional e Peñarol, o Palmeiras teve esperadas dificuldades por não estar no seu auge físico e técnico, mas ainda assim trabalhou para não dar chutões e sair jogando com a bola no pé. Com ritmo do jogo morno, o time criou só uma boa chance no primeiro tempo, com Edu Dracena, de cabeça.


A medida que passavam os minutos e o gol não saía, o Verdão voltou a dar chutões, mas o Libertad, dependendo mais das jogadas de Moreira nas costas de Zé Roberto, também criou pouco, mesmo com vacilos do Palmeiras. A partida, então, ficou chata em Montevidéu.

Depois da primeira metade com clima de jogo-treino e poucas pessoas no estádio uruguaio, no intervalo os torcedores de Nacional e Peñarol começaram a tomar as arquibancadas para o clássico na sequência e trocaram algumas provocações para animar o local. Os palmeirenses, então, puxaram cantos para empurrar o time e ouviram algumas vaias dos uruguaios como resposta.

A partir da metade da segunda etapa, Marcelo começou a mexer na equipe e deu chances para reforços, como Erik, que em seu primeiro lance obrigou o goleiro Muñoz a fazer uma boa defesa. O camisa 14 entrou bem no jogo, e ajudou a resolver o duelo com outros dois reservas: Moisés iniciou a jogada para o ex-atacante do Goiás, que deixou Allione livre para fazer o primeiro. Moisés, de cabeça, fechou o placar no fim.

A atuação não foi brilhante, mas o elenco do Palmeiras já mostrou sua força no primeiro teste da temporada. No sábado, às 22h15 (de Brasília), o Verdão volta a jogar no estádio Centenário, podendo conquistar o título da Copa Antel. O adversário será o Nacional, que bateu o Peñarol por 3 a 1 no clássico uruguaio.

FICHA TÉCNICA
LIBERTAD (PAR) 0 X 2 PALMEIRAS


Estádio: Centenário (URU)
Data: 20/1/16 - 19h30
Árbitro: Andres Cunha
Assistentes: Horacio Ferrero e Javier Castrol
Cartão amarelos: Molinas (Libertad)
Gols: Allione, aos 36'/2ºT (0-1); Moisés, aos 45'/2ºT (0-2)

LIBERTAD: Muñoz; Moreira, Balbuena, Benítez e Báez; Molinas, Aquino, Salcedo e Leichtweis (Medina - 22'/2ºT); Zeballos (Recalde - 17'/2ºT) e Salcedo (Maidana - 33'/2ºT). Técnico: Eduardo Rivera.

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Edu Dracena, Leandro Almeida e Zé Roberto; Arouca (Moisés - 20'/2ºT), Matheus Sales (Thiago Santos - 35'/2ºT), Robinho (Allione - 26'/2ºT), Dudu e Gabriel Jesus (Erik - 18'/2ºT); Alecsandro (Cristaldo - 20'/2ºT). Técnico: Marcelo Oliveira.