Além do design com símbolos da cidade, tocha tem os valores Paralímpicos escritos no cabo, em Braille

A Tocha Paralímpica sai de Brasília hoje, rumo ao Rio de Janeiro (Foto: Rio 2016/Alex Ferro)

LANCE!
01/09/2016
09:35
Rio de Janeiro

Criada sob o mesmo conceito de “Paixão e Transformação” que a tocha Olímpica, mas com desenho e características próprias, a tocha Paralímpica Rio-2016 também terá um formato peculiar de revezamento. Entre hoje e segunda-feira, ela será acesa nas cidades de Brasília (DF), Belém (PA), Natal (RN), São Paulo (SP) e Joinville (SC), que representam as cinco regiões do país.

Na quarta-feira, dia 6, o revezamento chega ao Rio de Janeiro e as cinco chamas regionais, mais a que será acesa em Stoke Mandeville (cidade inglesa onde nasceu o movimento Paralímpico) na sexta-feira, se unirão no Museu da Amanhã, no centro da cidade, para formar o fogo que iluminará o Maracanã na cerimônia de abertura dos Jogos.

Durante o evento, ela ficará acesa na Candelária, também no centro. Cada chama representará um valor dos Jogos Paralímpicos: Brasília – igualdade; Belém – determinação; Natal – inspiração; São Paulo – transformação, e Joinville – coragem.

O valor para o Rio de Janeiro é paixão. Outra inovação do revezamento da tocha Paralímpica é a possibilidade da participaração de internautas de todo o mundo através do Twitter. Basta o usuário postar uma mensagem em sua conta na rede social utilizando a hashtag #ChamaParalímpica e o valor da cidade associada para que ele passe a integrar o mapa de calor, gerado de acordo com o volume de postagens por região. As tochas de cada cidade serão acesas a partir da energia enviada pelas mensagens. O mapa estará disponível no site rio2016.com.

Além do design com símbolos da cidade, tocha tem os valores Paralímpicos escritos no cabo, em Braille (Foto: Rio 2016/Alex Ferro)