David Nascimento
20/04/2016
23:38
Enviado especial a Juiz de Fora (MG)

Juiz de Fora, em Minas Gerais, recebeu na noite desta quarta-feira a final da primeira edição da Primeira Liga. Fluminense e Atlético-PR duelaram em um jogo de muita movimentação e estádio lotado, mas com poucas chances de gol. Saiu dos pés de Marcos Junior o gol que deu o título ao Tricolor, que venceu por 1 a 0 e agora pensa na semifinal do Carioca, domingo, contra o Botafogo.

Com o imenso apoio do torcedor que não parava de gritar nas arquibancadas nenhum segundo, o Fluminense começou melhor a partida. Mesmo sem Fred, suspenso, a articulação das jogadas planejada por Levir Culpi era feita com rapidez. Logo aos oito, Cícero cabeceou e Gerson desviou, obrigando Weverton, do Atlético-PR, fazer grande defesa.

Do banco, Paulo Autuori, técnico do Atlético-PR, gesticulava para tentar fazer seu time mudar o ritmo de jogo. Em campo, pouco faziam, deixando espaços para o Fluminense. Aos 25 e 26, Wellington Silva e Osvaldo tiveram boas chances ofensivas, por exemplo, mas falharam na hora da finalização, um ponto comum da equipe durante a etapa inicial.

Uma resposta do Atlético-PR surgiu apenas aos 31 minutos. Eduardo achou posição para finalizar e mandou para o gol defendido por Diego Cavalieri. O chute saiu fraco, porém foi perigoso, acertando a trave. O Fluminense, neste momento, recuou um pouco e quase levou o gol aos 36 e 37, quando Walter finalizou para fora e Vinicius acertou o travessão, salvando de novo os cariocas.

Fluminense e Atlético-PR voltaram para o segundo tempo sem substituições. E o Tricolor retornou para a partida com maior gás. Aos seis, Gustavo Scarpa achou Magno Alves. que tocou para Osvaldo. Na hora do chute, Thiago Heleno quase fez contra, mas salvou os paranaenses.

Aos 19 minutos da etapa final, Levir Culpi resolveu mudar. Sacou Gerson e Osvaldo, colocando Edson e Marcos Junior, respectivamente. E foi deste último que saiu o gol do título. Magno Alves ganhou corrida de Paulo André e tocou para Marcos Junior. Ele disparou e finalizou com perfeição. A torcida tricolor vai ao delírio e precisou esperar poucos minutos para soltar o grito de “é campeão”.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 1 X 0 ATLÉTICO-PR


Local: Estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG)
Data: 20 de abril de 2016, quarta-feira
Hora: 21h45 (de Brasília)
Público: 23.985 presentes
Árbitro: Sandro Meira Ricci
Cartão Amarelo: Cícero e Marcos Junior (FLU) / Walter e Jadson (CAP)
Gols: Marcos Junior, aos 35 do segundo tempo.

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Wellington Silva, Henrique, Gum e Giovanni (Douglas - 30’/2ºT); Pierre, Cícero, Gustavo Scarpa, Gerson (Edson - 19’/2ºT) e Osvaldo (Marcos Jr - 19’/2ºT); Magno Alves - Técnico: Levir Culpi.

ATLÉTICO-PR: Weverton; Eduardo, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Jadson (André Lima 38’/2ºT), Otávio, Vinícius (Pablo - 28’/2ºT); Marcos Guilherme, Nikão e Walter - Técnico: Paulo Autuori.