Internacional x Fluminense

Internacional e Flu ficaram no empate no Beira-Rio (Itamar Aguiar/Freelancer/Lancepress!)

Hugo Mirandela
07/08/2016
18:14
Porto Alegre (RS)

O Fluminense teve a chance de conseguir, enfim, a sua segunda vitória seguida no Brasileirão, mas acabou ficando no empate em 2 a 2 com o Internacional, neste domingo, no Beira-Rio, pela 19ª rodada do campeonato. Resultado ruim para os dois times. Com Gustavo Scarpa mais uma vez inspirando, fazendo dois golaços, o Tricolor ficou duas vezes na frente do placar, mas acabou cedendo a igualdade para o Colorado, que segue em crise, para desespero de sua torcida, que até compareceu em bom número.

Com o resultado, o Flu chega aos 25 pontos e está na nona colocação. Já o Inter fica na 13ª posição, com 22 pontos. Os dois times podem perder posições até o fechamento da rodada.


Mesmo jogando fora de casa, o Fluminense começou o jogo a mil por hora e chegou com perigo logo no primeiro minuto de jogo, em jogada de bola parada. Gustavo Scarpa bateu falta e Gum desviou de cabeça para defesa de Lomba. Não demorou muito  e o Tricolor abriu o placar com um golaço de Scarpa, logo aos três minutos. O meia aproveitou rebote da zaga e bateu de primeira, de fora da área, sem deixar a bola cair, acertando o ângulo do goleiro colorado.

Timidamente o Inter foi tentando sair da pressão do Flu, mas não conseguia assustar Diego Cavalieri. O Tricolor continuava perigoso no ataque e chegou a ampliar com Gum, que desviou cruzamento de cabeça. No entanto, o bandeirinha marcou impedimento muito polêmico de Cícero, alegando que ele participou da jogada.

Mesmo com mais posse de bola, o Inter só foi dar o primeiro chute a gol com perigo aos 32 minutos. Valdívia aproveitou rebote da zaga e bateu para defesa segura de Cavalieri. Para piorar a situação dos donos da casa, o técnico Paulo Roberto Falcão ainda foi expulso por reclamação.

Depois de perder alguns contra-ataques, o Flu acabou castigado no último lance do primeiro tempo, aos 47. Seijas, que minutos antes tinha acertado belo chute para defesa de Cavalieri, marcou um golaço de fora da área. Em contra-ataque, o venezuelano saiu da lateral esquerda e com liberdade foi carregando até o meio, limpou Douglas e bateu no cantinho do goleiro tricolor, que não teve chances. A bola ainda beliscou o pé da trave antes de entrar.

Animado com o gol no fim do primeiro tempo, o Inter voltou melhor do intervalo. O Colorado dominou as ações e chegou com perigo mais uma vez com Seijas. O Flu teve duas chances de responder com Scarpa, mas o meia bateu duas bolas de fora da área longe do gol.

Porém,  o Fluminense equilibrou o jogo e ficou à frente no placar com mais um belo gol, mais uma vez de Scarpa. Sumido na primeira etapa, Wellington acordou e fez grande jogada pela esquerda, enfiando para Danilinho entrando na área. O meia-atacante rolou para o meio e o camisa 40 apareceu para bater no canto de lomba.

O Inter chegou ao empate 14 minutos depois. Cavalieri salvou chute de Ariel e jogou para escanteio. Na cobrança, a bola cruzou toda a área, ninguém da zaga do Flu cortou e ela sobrou para Fernando Bob fuzilar para o fundo da rede.

Depois as equipes foram para o ataque buscar a vitória, mas não aproveitaram e ficaram na igualdade. 

FICHA TÉCNICA:
INTERNACIONAL 2 X 2 FLUMINENSE


Local: Beira-Rio, no Porto Alegre (RS)
Data/horário: 07 de agosto de 2016, às 16h15
Árbitro: Rafael Traci - PR (ASP-FIFA)
Auxiliares: Bruno Boschilia - PR (FIFA) e Ivan Carlos Bohn - PR (ESP)
Público/renda: 19.552 pagantes/ R$ 483.375,00
Cartões amarelos: Alan Costa, Artur, Fabinho, Paulão (Internacional); Douglas, Marcos Junior, Wellington (Fluminense)
Cartões vermelhos: -
Gols: Gustavo Scarpa aos 3'/1ºT (0-1) e 18'/2T (1-2), Seijas aos 47'/1ºT (1-1) e Fernando Bob aos 32'/2T (2-2)

Internacional: Marcelo Lomba; Ernando (Anderson - 33'/2T), Paulão, Alan Costa e Artur; Fernando Bob, Fabinho, Seijas e Valdívia (Ariel - 26'/2T); Eduardo Sasha (Gustavo Ferrareis - 16'/2T) e Nico López.

Fluminense: Diego Cavalieri; Wellington Silva, Henrique, Gum e William Matheus; Douglas, Cícero e Gustavo Scarpa; Marcos Junior (Danilinho), Wellington (Marquinho - 33'/2T) e Henrique Dourado (Samuel - intervalo).