LANCE!
04/01/2017
16:03
Rio de Janeiro (RJ)

Os torcedores do Flamengo que estão ansiosos para ver Diego e Conca jogando lado a lado no time titular tiveram uma boa notícia nesta quarta-feira. O técnico Zé Ricardo indicou que deve escalar a dupla. Em 2016, o time carioca atuou com dois pontas e um centroavante, mas apenas um meia - Diego.

- Acredito que minha resposta seria a maioria das respostas dos treinadores. Se conseguirmos manter o equilíbrio da partida, da equipe, temos condição de fazer os dois jogadores jogarem juntos até porque o que mais procuramos no futebol é solucionar problemas, né? Na minha cabeça, já rodam algumas maneiras de como podemos nos posicionar. Vamos ver como e quando teremos essas duas peças - disse o treinador no programa 'Seleção SporTV'. 

O Flamengo tem a previsão inicial de contar com Conca em abril, quando a fase de grupos da Libertadores estará em andamento. 

- No final de abril ele estaria disponível. Essa é a previsão inicial. O Carioca e a Primeira Liga vão servir para sabermos como dar o tom, mas temos que estar preocupados em todos os aspectos. Sem dúvida alguma, com os dois jogadores (Diego e Conca) disponíveis ali, vamos ter muito mais soluções do que problemas - comentou Zé Ricardo.

Mesmo com dois meias disponíveis, Zé Ricardo pensa ser possível manter o esquema tático atual, com dois pontas, sendo Conca um deles. O treinador ainda está analisando as possibilidades.

- Precisamos formatar alguma coisa se pensamos na utilização do Conca e do Diego juntos, ver uma forma de jogar para que não se mude abruptamente quando eles estiverem disponíveis. O que temos ideia é manter nossa maneira de jogar como raiz e ter algumas alternativas. Lembramos do Conca jogando em 2009, lá para trás, pelo lado do campo, fazendo muito bem muito bem essa função de terceiro homem na linha de três do 4-2-3-1. E eu também vejo outras alternativas, de trabalharmos com dois meias, com três homens por trás dele, de trabalhar no 4-1-4-1, desde que eles tenham a composição defensiva que os dois homens exigem nessa plataforma, mas isso requer um pouco mais de tempo. Queremos fazer uma linha de quatro um pouco mais segura, depende muito do que o treinamento vai me dar - disse.