Fellipe Lucena
17/05/2017
23:42
São Paulo (SP)

Talvez a calça vinho de Cuca nem tenha capacidades sobrenaturais, mas é difícil não admitir que ela funciona como amuleto poderoso. O técnico a vestiu novamente na noite desta quarta, no Allianz Parque, e viu um Palmeiras menos brilhante do que na goleada sobre o Vasco, mas com sorte na defesa e no ataque. O gol da vitória por 1 a 0 sobre o Inter, no jogo de ida das oitavas da Copa do Brasil, foi contra, de Léo Ortiz.

As duas equipes voltam a se enfrentar no dia 31/5, no Beira-Rio.

Um desavisado não perceberia que no gramado estavam o atual campeão brasileiro, de um lado, e um dos quatro rebaixados para Série B no último Brasileirão, do outro. O Inter comandado por Antônio Carlos Zago não é um time de Segunda.


O Colorado neutralizou o Palmeiras no início ao formar duas linhas de quatro sem a bola e chegou perto de abrir o placar. A sorte de Cuca começou a aparecer aos 12 minutos, quando o travessão salvou Borja de marcar contra. O próprio Borja impediu, em cima da linha, que Marcelo Cirino marcasse no rebote.

Aos 32, quando o Alviverde já era melhor, lá estava a sorte sorrindo novamente. Ortiz não permitiu que Borja concluísse ótima jogada de Willian pela direita, mas empurrou a bola para as próprias redes.

Festa no Allianz Parque, um amuleto gigante onde o Palmeiras não perde há 23 partidas.

O domínio do jogo ficou mudando de mãos durante o segundo tempo. O Inter, adivinhe, deu azar quando esteve perto de empatar. Azar de ter Prass a postos para fazer milagre em cabeçada de Rodrigo Dourado após cruzamento de D'Alessandro.

O Palmeiras, por outro lado, viu o goleiro Daniel fazer duas grandes intervenções. A primeira em bomba de Willian e a segunda, já no fim do jogo, em uma arrancada de Dudu.

Àquela altura, o Verdão já estava armado para contra-golpear o Internacional. Cuca trocou a presença de área de Borja pela velocidade de Róger Guedes, passou Jean para o meio e colocou Fabiano no lugar de Willian para fechar melhor o lado direito e, por fim, resgatou Erik para substituir a cadência de Guerra. O segundo gol, que tornaria a missão do jogo de volta mais tranquila, não saiu. Mas a vitória, a segunda de Cuca em dois jogos desde o retorno, ficou de ótimo tamanho.

O Verdão voltará a campo no sábado, quando visita a Chapecoense, pela segunda rodada do Brasileirão, às 19h. O Inter joga no mesmo dia, mas pela Série B, quando recebe o ABC, no mesmo horário. 

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 1 X 0 INTERNACIONAL
Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)
Data-Hora: 17/5/2017 - 21h45
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-SC)
Auxiliares: Kléber Lúcio Gil (Fifa-SC) e Neusa Ines Back (Fifa-SC)
Público/renda: 31.463 pagantes/R$ 1.858.449,57
Cartões amarelos: Erik (PAL), Rodrigo Dourado e Felipe Gutierrez (INT)
Cartões vermelhos: -
Gols: Léo Ortiz (contra) (32'/1ºT) (1-0)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Jean, Mina, Edu Dracena e Zé Roberto; Felipe Melo, Tchê Tchê e Guerra (Erik, aos 39'/2ºT); Willian (Fabiano, aos 37'/2ºT), Dudu e Borja (Róger Guedes, aos 26'/2ºT). Técnico: Cuca.

INTERNACIONAL: Daniel; William, Léo Ortiz, Victor Cuesta e Uendel (Iago, aos 40'/2ºT); Rodrigo Dourado, Fabinho (Roberson, aos 31'/2ºT), Felipe Gutierrez e D'Alessandro; Marcelo Cirino e Nico López (Brenner, aos 33'/2ºT). Técnico: Antonio Carlos Zago.