LANCE!
09/12/2016
16:34
Rio de Janeiro (RJ)

Neste domingo, Fluminense e Internacional se enfrentarão no Maracanã, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. As equipes já se enfrentaram em 61 ocasiões na história e o clube gaúcho leva vantagem no histórico. São 24 vitórias para os Colorados, 17 para o Tricolor Carioca e 20 empates. No Maracanã, o equilíbrio prevalece. Foram 17 jogos com seis vitórias dos donos da casa, seis dos visitantes e cinco vezes a partida terminou empatada.

O clássico conta com um histórico de grandes duelos, seja na semifinal do Campeonato Brasileiro de 1975, quando o Inter bateu o Flu por 2 a 0 no Maracanã perante 97.908 espectadores pagantes, seja na polêmica final da Copa do Brasil de 1992, quando o árbitro José Aparecido de Oliveira assinalou um pênalti no final da partida que deu o título ao Colorado, ou nas oitavas de final da Copa Libertadores de 2012, quando após um 0 a 0 em Porto Alegre, o Flu conquistou a vaga após vencer o segundo jogo por 2 a 1.

Pelas semifinais do Brasileirão de 1975, o Inter bateu o Fluminense por 2 a 0, em pleno Maracanã, com gols de Lula e Paulo César Carpegiani. Dias mais tarde, o clube gaúcho se tornaria campeão brasileiro pela primeira vez em sua história, derrotando o Cruzeiro na final por 1 a 0, com gol de Elías Figueroa.

Dezessete anos mais tarde, os clubes se reencontraram, mas dessa vez com um troféu em jogo: a Copa do Brasil de 1992. Na primeira partida da grande decisão, disputada nas Laranjeiras - visto que o Maracanã estava em obras -, o Tricolor carioca venceu por 2 a 1, com gols de Ézio e Wágner (pelo Fluminense), e de Caíco (pelo Internacional).

No duelo da volta, realizada no Gigante do Beira-Rio, a partida caminhava para os minutos finais, quando, aos 42 minutos da etapa final, o árbitro José Aparecido de Oliveira marcou um pênalti para os anfitriões. Célio Silva cobrou e balançou as redes, sagrando-se o Internacional campeão da competição, graças à regra do gol fora de casa, pondo fim a um jejum de 13 anos sem um título nacional para o clube gaúcho. O Tricolor das Laranjeiras ainda teve Zé Teodoro expulso.

Em 2012 o Fluminense eliminou o Internacional nas oitavas de final da Copa Libertadores da América. Numa partida que teve as emoções de um grande clássico, o Tricolor bateu de virada o Inter por 2 a 1, no Engenhão, e se classificou para as quartas de final. Leandro Damião abriu o marcador para o Colorado, enquanto Leandro Euzébio e Fred, ambos de cabeça, fizeram os do Tricolor. No jogo de ida, no Beira-Rio, houvera empate por 0 a 0.

Ao ser derrotado pelo Inter na sétima rodada do Brasileirão de 2013, o Flu perdeu uma invencibilidade que já durava nove partidas contra o Colorado, desde 2009. O clube gaúcho encerrou jejum de vitórias contra o Tricolor, que pagou por erros gritantes de Digão e Diego Cavalieri

Em 2016 o Fluminense eliminou o Internacional na semifinal da Primeira Liga. Com emoção, o Tricolor bateu o Internacional por 3 a 2 na disputa de pênaltis, em Brasília, e passou para a final da Primeira Liga. Diego Cavalieri se transformou no principal destaque ao defender duas cobranças coloradas. No tempo normal, o placar ficou 2 a 2. Osvaldo fez os dois do Flu, enquanto Vitinho anotou os dois do Colorado. O meia foi um dos que desperdiçaram a penalidade para o Inter.