Torcedores do Corinthians retidos no Maracanã (Foto: Igor Siqueira)

Torcedores do Corinthians foram retidos no Maracanã após fim do jogo contra o Flamengo (Foto: Igor Siqueira)

LANCE!
24/10/2016
11:02

O saldo da confusão no Maracanã foi que, ao todo, 42 torcedores do Corinthians acabaram autuados pela Polícia Civil do Rio. O grupo mais robusto, de 31 pessoas, foi enquadrado em flagrante pelos crimes de lesão corporal, dano qualificado, resistência qualificada, promover tumulto em eventos esportivos e associação criminosa.

Esses 31 autuados fizeram parte do grupo de 64 que foram levadas pelo Grupamento Especial de Estádios (Gepe) à Central de Garantias da Polícia, na noite de domingo, por causa da pancadaria nas arquibancadas do palco de Flamengo x Corinthians. Houve agressões a policiais e por isso a PM reteve os torcedores organizados do Timão no estádio até fazer uma triagem em busca dos envolvidos. Os 31 serão apresentados à Justiça para audiência de custódia.

A Polícia Civil informou que 11 torcedores do Corinthians foram autuados pelo crime de promover tumulto em eventos esportivos, cuja pena máxima é de dois anos e por isso foi lavrado termo circunstanciado de ocorrência.

Por fim 22 pessoas foram liberadas após consulta no sistema policial.

Inicialmente, a informação do Gepe era que 40 detidos, mas o número cresceu ainda na noite de domingo. O policiamento do Rio, para achar os envolvidos, colocou os homens que estavam no setor do Maracanã sentados sem camisa. Houve agressão a policiais antes do jogo, mas eles passam bem e não precisaram ser conduzidos ao hospital.