Thiago Ferri
29/07/2017
20:53
São Paulo (SP)

Um dia depois da liberação de Felipe Melo para buscar outro clube, o Palmeiras fez um jogo seguro e venceu bem o Avaí, por 2 a 0, no Allianz Parque. Com direito a boa atuação, o resultado colocou o Verdão no G4 e aliviou um pouco o clima depois da eliminação na Copa do Brasil e o caso com o camisa 30.

Como não podia deixar de ser, o time chegou à arena bombardeado com perguntas sobre Felipe Melo. Dudu avisou que queria falar só do jogo. Uma hora depois ele provou que sua cabeça estava, de fato, apenas nisso.

O camisa 7 foi quem liderou o Verdão no bom primeiro tempo em casa. Sem a bola, foi muito voluntarioso, e com ela abriu o caminho da vitória, em um bom chute de fora da área. O capitão também liderou na comemoração, ao apontar para o banco e levar o restante do time para comemorar com reservas e Cuca. Demonstração de apoio ao elenco depois das recentes críticas pela eliminação na Copa do Brasil.

Elétrico, Dudu chegou a vomitar em campo, mas recusou-se a sair. Isto aconteceu minutos depois de Guerra, que lhe deu o passe no gol, sair machucado. Mesmo sem talvez seu jogador mais inteligente, o Verdão marcou um golaço, de pé em pé: Deyverson, Róger Guedes, Bruno Henrique, Raphael Veiga e de novo Deyverson, que fez seu primeiro gol pelo clube e dançou com Mina.

O Avaí teve uma boa chance antes do intervalo, em um chute de Simião, para fora. Mas a situação do time de Claudinei Oliveira se agravou ainda nos acréscimos, com a expulsão de Juan, após reclamar com o árbitro.

Na ida aos vestiários, a torcida, que não cantou o nome dos jogadores antes do jogo, os aplaudiu. Foi, de fato, uma boa atuação como há algum tempo o Palmeiras não tinha.

Em vantagem no número de jogadores e no placar, o Verdão passou o segundo tempo quase todo no campo de ataque, mas não marcou mais. Joel, pelos catarinenses, teve duas boas chances – uma foi por cima do gol, e em outra Jailson pegou.

Uma atuação animadora depois dos recentes problemas. Novas preocupações apenas as dores de Guerra, Mina e Jean, que terminou o jogo mostrando incômodo na perna direita.

Ao menos a primeira reação após o caso Felipe Melo deu alívio para a torcida. Com outra vitória, o Verdão agora tem 29 pontos após 17 rodadas e por enquanto é o quarto colocado do Brasileirão – o Avaí, com 17, segue na zona da degola.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 2 X 0 AVAÍ
Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)
Data-Hora: 29/7/2017 - 19h
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)
Público/renda: 33.633 pagantes/R$ 2.139.243,95
Cartões amarelos: Deyverson (PAL), Joel e Juan (AVA)
Cartões vermelhos: Juan (AVA), aos 45'/1ºT
Gols: Dudu (10'/1ºT) (1-0), Deyverson (34'/1ºT) (2-0)

PALMEIRAS: Jailson; Mayke, Mina (Edu Dracena, aos 18'/2ºT), Luan e Egídio; Bruno Henrique, Jean e Guerra (Raphael Veiga, aos 26'/1ºT); Róger Guedes (Keno, aos 29'/2ºT), Dudu e Deyverson. Técnico: Cuca.

AVAÍ: Douglas; Leandro Silva, Alemão, Betão e Capa; Judson, Wellington Simião (Diego Tavares, aos 15'/2ºT), Juan e Pedro Castro; Junior Dutra (Maurinho, aos 29'/2ºT) e Joel (Rômulo, aos 35'/2ºT). Técnico: Claudinei Oliveira.