Fred - Sport x Atlético-MG

Fred não marcava desde 16 de julho (Foto: Pablo Kennedy/Lancepress!)

LANCE!
15/10/2017
18:54
Recife (PE)

Faltou pouco para o Sport quebrar o jejum de vitórias na Ilha do Retiro. Diante de uma torcida que sofre com as oscilações da equipe no Brasileirão, o Rubro Negro abriu o placar nos primeiros minutos de bola rolando, com Patrick, mas Fred deixou tudo igual para o Atlético-MG. O empate em 1 a 1 é ruim para os dois lados. O Leão foi aos 34 pontos. Do outro lado, o Galo caiu uma posição e encerra a 28ª rodada na nona colocação, com 38 pontos.

O início do jogo foi um tanto pegado. Tentando se firmar na parte de cima da tabela, as equipes se fecharam ofensivamente, ambas distribuindo entradas duras e cometendo faltas irresponsáveis. Com a casa cheia, o Sport soube aproveitar o erro da saída de bola do rival para abrir o placar aos nove minutos. Na entrada da área, Diego Souza tocou para Patrick, que dominou a bola no peito e mandou uma bomba de canhota para o fundo do gol de Victor.

Na sequência, o Galo conseguiu criar boas chances de gol. Em uma delas, Fred deu um belo passe para Elias, que recebeu pela esquerda, conseguiu dominar e bater colocado. Atento, Magrão fez uma grande defesa para evitar o empate. No lance seguinte, o público da Ilha foi à loucura quando o goleiro Victor se adiantou para cortar o lançamento do rival e acabou perdendo para Juninho, que viu o gol vazio mas pecou no domínio, sobrando para Gabriel salvar a poucos centímetros da linha.

As principais finalizações da etapa aconteceram já no final. Crescendo na partida, o Atlético-MG conseguiu aproveitar os espaços da defesa rubro-negra e deixou tudo igual com Fred, aos 37. Após jogada pela direita, Otero cruzou no ponto para o atacante cabecear de peixinho e balançar as redes, encerrando o jejum de 12 jogos sem gol. O Leão ainda tentou responder com Oswaldo, mas Gabriel desviou a bola, garantindo apenas um escanteio aos mineiros.

O Atlético-MG voltou para o segundo tempo com mais jogadas ofensivas do que o adversário e podia ter ampliado o placar se não tivesse perdido uma das melhores chances do jogo, quando Gabriel mandou a bola para o centro da área ao perceber a chegada de Adílson, que mesmo livre de marcação, bateu mal de cara para o gol. A etapa foi marcada por erros dos dois lados. Em mais uma bela chance do Atético, Cazares passou pela marcação no lado esquerdo e tocou para Fred, que não conseguiu finalizar.

Aos 32 minutos, Elias deu um belo passe para o meia equatoriano, que ficou frente a frente com Magrão. Tentando se livrar da defesa, Cazares arriscou um toque por cima do arqueiro, mas a bola foi para fora. Na sequência, um clima de tensão surgiu no gramado. Fred e Mena se embolaram no meio de campo e iniciaram uma discussão, jogadores das duas equipes apartaram o início da briga e os dois envolvidos saíram do lance com cartão amarelo.

Rithely ainda arriscou um forte chute rasteiro de fora da área, atento, Victor caiu para fazer a defesa com segurança. A etapa se arrastou até os 49 minutos e, apesar da entrega dos times em campo, o placar permaneceu inalterado.


FICHA TÉCNICA
SPORT 1 X 1 ATLÉTICO-MG

Local: Ilha do Retiro, Recife (PE)
Data-Hora: 15/10/2017 - 17h
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Auxiliares: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)
Público/renda: 20.273 presentes/R$ 315.116,00
Cartões amarelos: Adilson, Fred (AMG), Mena, Anselmo (SPO)
Cartões vermelhos: -
Gols: Patrick (9'/1ºT) (1-0) e Fred (37'/1ºT) (1-1)

SPORT: Magrão; Raul Prata, Ronaldo Alves, Oswaldo Henríquez, Mena; Anselmo, Patrick, Rithely (Lenis, 40'2T), Diego Souza; Osvaldo (Rogério, 19'2ºT), Juninho (Thomás, 19'2ºT). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Felipe Santana, Gabriel, Fábio Santos; Adilson (Roger Bernardo, 18º/2ºT), Elias, Cazares (Yago, 37'2ºT), Otero, Valdívia (Clayton, 24'2ºT); Fred. Técnico: Oswaldo de Oliveira.