Felippe Rocha
09/02/2017
00:00
Santiago (CHI)

Foi com muito drama. Foi sem Camilo, que sentiu dores na coxa direita e foi vetado. Foi sofrendo um gol logo no início. Mas foi com sucesso. Na noite desta quarta, o Botafogo empatou em 1 a 1 com o Colo-Colo, em Santiago (CHI), e avançou à terceira fase da Copa Libertadores da América. Agora, espera adversário já para a próxima quarta-feira.

Tudo que os botafoguenses menos queriam aconteceu: logo aos dois minutos, Gatito Fernández cedeu escanteio após não defender de primeira uma bola fácil. Na cobrança, o zagueiro Emerson Silva testou contra o patrimônio. Um balde d'água fria.

Mas o time alvinegro não se abateu. Na sequência, Montillo fez jogada com Victor Luís. A sobra ficou com Airton, mas o chute, da entrada da área, foi para fora. Aos 12 minutos, Fernández chutou de longe, mas a bola também foi para fora. Aos 15, Montillo voltou a participar de jogada perigosa. Um chute muito forte (130 km/h), mas Villar espalmou, aos 16. Aos 20, Marcelo, de cabeça, gerou novo perigo. Villar afastou de novo. A pressão do time de General Severiano exigiu nova intervenção do goleiro aos 23, em cabeceio de Pavéz para o próprio gol.


O ímpeto dos comandados de Jair Ventura pareceu diminuir na segunda metade da primeira etapa. No segundo tempo, logo aos quatro minutos, Jonas cruzou, a zaga chilena falhou, e Rodrigo Lindoso poderia ter feito qualquer coisa, mas tentou um voleio terrível. No minuto seguinte, Victor Luís chutou forte, mas de muito longe. O goleiro pegou com facilidade.

Fernández chutou aos 16, a bola desviou em João Paulo e Gatito Fernandez precisou intervir. O Glorioso sentia falta de um centroavante. Rodrigo Pimpão e, depois, Guilherme, trabalhavam sem uma referência. Somente aos 30 minutos é que o time carioca voltou a assustar. Chute de Pimpão para fora.
Aos 34, Morales, que acabara de entrar, fez Gatito trabalhar. Mas foi Roger, que entrara aos 31, quem mudou o jogo. Aos 35 minutos, o centroavante fez o pivô e tocou para Guilherme. O jovem cruzou rasteiro, o camisa 9 completou, o goleiro Villar pegou, mas Rodrigo Pimpão aproveitou o rebote. Gol e vida do Botafogo na Libertadores!

Os últimos minutos da partida tiveram paralisação, chances perdidas, cera e muita emoção. E o mais importante: teve a Estrela Solitária avançando na competição.

FICHA TÉCNICA:
COLO-COLO 1 X 1 BOTAFOGO


Data/Hora: 8/2/2017, às 21h45 (de Brasília)
Local: Estádio Monumental David Arellano, em Santiago (CHI)
​Árbitro: Patricio Lostau (ARG)
Auxiliares: Ezequiel Brailovsky (ARG) e Ivan Nuñez (ARG)
Cartões Amarelos: Meza e Pavez (Colo-Colo); Jonas, Airton e Rodrigo Pimpão (Botafogo)
Cartões Vermelhos: Não houve.

Gols: Emerson Silva, contra (2'/2ºT) e Rodrigo Pimpão (35'/2ºT)

COLO-COLO: Justo Villar, Meza, Barroso e Beaza; Figueroa (Fierro, Intervalo), Pavez, Valdés (Morales, 34'/2ºT), Fernandez e Vejár (Gonzáles. 25'/2ºT); Riveiro e Paredes - Técnico: Pablo Guede.

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Jonas, Marcelo, Emerson Silva e Victor Luís; Airton (Guilherme, 18'/2ºT), Bruno Silva, Rodrigo Lindoso (Roger, 31'/2ºT), João Paulo (Dudu Cearense, 47'/2ºT) e Montillo; Rodrigo Pimpão - Técnico: Jair Ventura.