Cristiano Ronaldo - Real Madrid x Legia

Cristiano Ronaldo também tem problemas com o fisco (Foto: PIERRE-PHILIPPE MARCOU / AFP)

LANCE!
03/12/2016
13:19
Madri (ESP)

Alguns veículos europeus dão conta de que Cristiano Ronaldo teria camuflado até 150 milhões de euros (R$ 530 milhões) em paraísos fiscais, referentes a impostos atrasados sob os direitos de imagem do jogador, taxado em 4% ao ano. Apenas 6,5 milhões de euros (R$ 22,9 milhões) teriam sido pagos desde 2009.

O site britânico Football Leaks, que também vazou recentemente os contratos de James Rodriguez e Neymar, por exemplo, teve acesso a alguns documentos que comprovam que CR7 venderia seus direitos de imagens a empresas com sede em paraísos fiscais, como nas Ilhas Virgens Britânicas, onde ele não era taxado pelo valor, beneficiando-se de "um sistema elaborado por seu empresário, Jorge Mendes".

Tudo começou em 2009, quando o português deu 75 milhões de euros em receitas à Tollin Associates, uma empresa que funciona sem atividade real ou empregados. No ano passado, duas empresas caribenhas, a Adifore Finance e a Arnel Services, teriam pago mais 75 milhões de euros pelos direitos de imagem do craque. O valor total chega a 150 milhões de euros desviados da Fazenda Espanhola.

Segundo o Sport, esse caso é apenas mais um envolvendo jogadores ou treinadores. Falcao Garcia, do Monaco, José Mourinho, técnico do Manchester United também estariam participado disso. O esquema teria começado com Jorge Mendes, empresário de todos eles.

O grupo que divulga essas informações é chamado de Colaborações Investigativas Europeias (EIC, na sigla em inglês), e conta com os seguintes veículos: "Der Spiegel" (Alemanha), CRIJ/The Black Sea (Romênia), El Mundo (Espanha), L'Espresso (Itália), Expresso (Portugal), Falter (Áustria), Le Soir (Bélgica), Mediapart (França), Newsweek Srbija (Sérvia), NRC Handelsblad (Holanda), Politiken (Dinamarca) e o Sunday Times (Inglaterra).