Mozer Flamengo

Novo gerente de futebol elogiou o grupo rubro-negro (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Hugo Mirandela
15/06/2016
08:20
Rio de Janeiro (RJ)

Cria do Flamengo e integrante de uma das gerações mais vitoriosas do clube, Mozer tem autoridade para falar do Rubro-Negro. De volta para antiga casa, agora como gerente de futebol, o ex-zagueiro terá a missão de supervisionar o dia a dia dos jogadores. E em sua avaliação inicial do elenco, ele descartou a ideia de que falta a "alma rubro-negra" no grupo atual.

- Não vejo isso (que falte alma rubro-negra). Vejo a ansiedade de uma equipe que precisa ganhar. E às vezes por isso eles não materializam as chances que criam. Se as chances que criam fosse convertidas em gols, esse boato de que falta a mística rubro-negra deixaria de existir. Futebol é assim, os jogadores sabem. A equipe trabalha para conseguir os resultados, e esse trabalho sempre vai buscar ganhar frutos - avaliou o novo dirigente.

Mozer contou que buscará com outros setores do clube, como o de psicologia, dados dos jogadores para trabalhar com o elenco da melhor maneira. Segundo ele, é preciso saber as individualidades de cada atleta.

- Todo jogador tem sua maneira de ser, seu caráter. Cabe não só a minha, mas a psicologia também, para me passar dados importantes para serem usados no dia a dia com os jogadores. Já tive uma conversa com os profissionais que me passaram as informações das personalidades individuais de cada um. Sabemos que isso é importante. Quando se tem uma equipe com muito jovens como o Flamengo e os resultados não aparecem, a crítica é muito forte. E isso tira a confiança dos jogadores. Estamos aqui para motivá-los. Vamos mostrar que precisamos nos dedicar mais. A dedicação é muito importante o sucesso do trabalho - comentou Mozer.