Zé Ricardo foi festejado pela torcida após vitória (Rodrigo Coca / Flamengo)

Zé Ricardo ganha forças de todos os lados no Flamengo 

Paulo Victor Reis
31/05/2016
08:30
Rio de Janeiro (RJ)

Em sua primeira experiência como técnico de um time profissional, Zé Ricardo conta com o apoio de fiéis escudeiros do seu antecessor, Muricy Ramalho. Afastado por causa de uma arritmia cardíaca, o treinador está em São Paulo, onde ainda é submetido a exames. No entanto, os profissionais contratados para trabalhar com o renomado comandante permanecem no Rubro-Negro fazendo a 'passagem de bastão'. 

Marcio Felipe Peres, o Tata, auxiliar de Muricy, ajuda Zé Ricardo atualmente. No jogo contra a Ponte Preta, o braço direito do treinador paulista deu sua opinião para as substituições. O preparador físico Carlito Macedo e o preparador de goleiros Victor Hugo, que também foram contratados para trabalhar com Muricy, seguem no clube, ainda em meio à indefinição sobre o cargo de técnico. 

Neste momento de transição, Zé Ricardo tem ouvido muito a opinião destes profissionais. Inclusive, o interino evitou fazer mudanças drásticas na formação do time contra a Ponte Preta. O Flamengo atuou no 4-3-3 que Muricy vinha adotando, com dois jogadores abertos nas pontas, aproveitando espaços deixados pelos laterais adversários. 

Jayme de Almeida, que assumiu o time na ausência de Muricy, voltou ao cargo de de auxiliar técnico permanente do clube. Assim como vinha fazendo em boa parte desta temporada, o profissional deve ficar encarregado de observar adversários do Flamengo, entre outras funções.