Marcio Porto
24/07/2016
17:56
São Paulo

O Grêmio jogou com a cara de seu treinador. Os comandados de Roger Machado têm o melhor passe do Campeonato Brasileiro. A marcação é rápida, a saída é forte. Para o adversário ter chance, precisa ser duro. O São Paulo não foi. E olha que impor dificuldade é uma marca do time de Edgardo Bauza. Mas o espírito do técnico, cotado para assumir a Argentina, com quem se reuniu na sexta, não entrou em campo. O resultado foi um gol de Douglas, de rebote, e vitória gaúcha que colocou fim ao tabu de nunca ter vencido o Tricolor paulista na sua nova arena: 1  a 0, neste domingo. Veja a repercussão nos vestiários.


A fragilidade incomum do São Paulo foi percebida desde o início do jogo e perdurou até o fim. Denis salvou chutes de Negueba, Bolaños. Ao Grêmio coube ir na base do "água mole e pedra dura, tanto bate até que fura". Douglas furou aos sete minutos do segundo tempo, após infiltração de Maicon se aproveitando do espaço na entrada da área são-paulina.

A falta de pegada na cabeça de área, decisiva para o jogo, foi justamente o maior aviso de que aquilo que pratica o time de Bauza não estava sendo mostrado em Porto Alegre. Wesley e Thiago Mendes não conseguiram conter a troca de passes do time de Roger e o desfecho foi previsível. Ainda mais porque o São Paulo, quando teve a bola, raramente trocou passes com eficiência. Cueva, substituto de Ganso, esteve apagado.

O Grêmio venceu com a autoridade que o credencia como um dos postulantes ao título do Campeonato Brasileiro. Agora são 30 pontos, dois para o líder Palmeiras. Resultado de um futebol eficiente aplicado por seu treinador.  Eficiência que irrita o adversário, como no caso de Mena, corretamente expulso. 

Já o São Paulo bebe de indefinição, à espera de que seu treinador acerte seu futuro. O que não pode é repetir atuações em que a obra construída até agora se perca em marcações frouxas e falta de poderio ofensivo, este mais costumeiro no Tricolor. A ressacada da eliminação na Libertadores ainda não passou e domingo que vem o time volta ao Morumbi, contra a Chapecoense. Hora de acordar, né, Bauza? 

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 1 X 0 SÃO PAULO
Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
Data-Hora: 24/7/2016 - 16h
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)
Auxiliares: Nadine Schramm Camara (SC) e Helton Nunes (SC)
Público/renda: 37.069 pagantes/R$ 1.459.680,00
Cartões amarelos: Lugano e Thiago Mendes (SAO)
Cartões vermelhos: Mena, aos 33'/2ºT (SAO)
Gol: Douglas (7'/2ºT) (1-0)

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Wallace Reis e Iago; Jaílson, Maicon e Douglas (Henrique Almeida, aos 35'/2ºT); Negueba (Kaio, aos 44'/2ºT), Everton (Pedro Rocha, aos 43'/1ºT) e Miller Bolaños. Técnico: Roger Machado.

SÃO PAULO: Denis; Bruno, Lugano, Maicon e Mena; Thiago Mendes, Wesley, Cueva e Michel Bastos; Centurión (Pedro Bortoluzo, aos 32'/2ºT) e Gilberto (Kelvin, aos 18'/2ºT). Técnico: Edgardo Bauza.