icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/07/2013
15:35

Uma das principais empresas de consultoria em gestão empresarial do mundo, a Roland Berger avaliou as cinco maiores ligas de futebol da Europa (Alemanha, Inglaterra, Espanha, Itália e França) para avaliar qual o campeonato nacional mais emocionante do Velho Continente.

O estudo que levou em conta fatores como o equilíbrio financeiro entre as equipes e a organização das federações brindou a força das equipes finalistas da última edição da Liga dos Campeões, Bayern de Munique e Borussia Dortmund, corooando a Bundesliga como o principal liga europeia. A Liga Francesa recebeu também menção honrosa.

- Nos últimos dez anos, a intensidade da concorrência diminuiu nas cinco ligas. O principal motivo é o desequilíbrio financeiro dos clubes que atuam nessas competições. As equipes de ponta apresentam ampla distância em comparação às equipes menores. A Bundesliga, por sua vez, está cada vez mais organizada e implementando normas que deixam a competição ainda mais atrativa. A Alemanha caminha a passos largos para se tornar um dos países mais fortes nesse esporte - observa Sebastian Maus, gerente de projetos de Bens de Consumo & Varejo da Roland Berger.

E MAIS:
> Götze é apresentado pelo Bayern de Munique
> PSG disposto a atravessar negócio do Chelsea com Cavani

Na tendência oposta a cada vez mais consolidada Bundesliga, caminham as Ligas Italiana, Inglesa e Espanhola. Ainda de acordo com o estudo, na Inglaterra e na Espanha há menos intensidade de concorrência nos campeonatos nacionais. O Campeonato Espanhol, aponta, por exemplo, é dominado por apenas dois clubes, Real Madrid e Barcelona, que compartilham nove dos últimos dez títulos disputados. Apenas na temporada de 2011/12, as duas equipes terminaram 30 pontos à frente de seus rivais mais próximos. Elementos que colocaram o Espanhol, de acordo com a Roland Berger, como a competição menos atraente entre as cinco principais do futebol europeu.




Uma das principais empresas de consultoria em gestão empresarial do mundo, a Roland Berger avaliou as cinco maiores ligas de futebol da Europa (Alemanha, Inglaterra, Espanha, Itália e França) para avaliar qual o campeonato nacional mais emocionante do Velho Continente.

O estudo que levou em conta fatores como o equilíbrio financeiro entre as equipes e a organização das federações brindou a força das equipes finalistas da última edição da Liga dos Campeões, Bayern de Munique e Borussia Dortmund, corooando a Bundesliga como o principal liga europeia. A Liga Francesa recebeu também menção honrosa.

- Nos últimos dez anos, a intensidade da concorrência diminuiu nas cinco ligas. O principal motivo é o desequilíbrio financeiro dos clubes que atuam nessas competições. As equipes de ponta apresentam ampla distância em comparação às equipes menores. A Bundesliga, por sua vez, está cada vez mais organizada e implementando normas que deixam a competição ainda mais atrativa. A Alemanha caminha a passos largos para se tornar um dos países mais fortes nesse esporte - observa Sebastian Maus, gerente de projetos de Bens de Consumo & Varejo da Roland Berger.

E MAIS:
> Götze é apresentado pelo Bayern de Munique
> PSG disposto a atravessar negócio do Chelsea com Cavani

Na tendência oposta a cada vez mais consolidada Bundesliga, caminham as Ligas Italiana, Inglesa e Espanhola. Ainda de acordo com o estudo, na Inglaterra e na Espanha há menos intensidade de concorrência nos campeonatos nacionais. O Campeonato Espanhol, aponta, por exemplo, é dominado por apenas dois clubes, Real Madrid e Barcelona, que compartilham nove dos últimos dez títulos disputados. Apenas na temporada de 2011/12, as duas equipes terminaram 30 pontos à frente de seus rivais mais próximos. Elementos que colocaram o Espanhol, de acordo com a Roland Berger, como a competição menos atraente entre as cinco principais do futebol europeu.