HOME - Entrevista coletiva no Flamengo - Douglas Baggio, Thiago Santos e Rafael Dumas (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

HOME - Entrevista coletiva no Flamengo - Douglas Baggio, Thiago Santos e Rafael Dumas (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

João Matheus Ferreira
16/01/2016
19:37
Enviado especial a Mangaratiba (RJ)

Após o treino deste sábado, o Flamengo resolveu dar espaço à garotada que subiu para o elenco profissional neste ano. Assim, o zagueiro Rafael Dumas e os atacantes Thiago Santos e Douglas Baggio concederam a primeira entrevista coletiva da respectivas carreiras. Entre o nervosismo e o susto com a lente das câmeras e os computadores dos repórteres, eles se saíram bem.

Principalmente Rafael Dumas, que aproveitou a brecha para demonstrar que possui a característica do zagueiro que o técnico Muricy Ramalho indicou para a diretoria: a velocidade. Por ainda ser jovem e ter integrado o elenco profissional agora, o defensor ainda é a última opção do setor.

- Me identifico nessa característica de zagueiro rápido, mas temos que ter paciência, assim como todos que sobem da base. O PV (Paulo Victor) é um exemplo, esperou tantos anos e agora está aí. Me espelho nele para trabalhar e estar preparado quando a oportunidade aparecer - disse.

Dentre os três, o mais conhecido é Douglas Baggio, titular absoluto das categorias de base desde que chegou ao clube. Embora já tenha estreado pelo time profissional - quatro jogos e um gol - agora ele está de vez na equipe principal. Com as lesões de Kayke e Nixon, tem ainda mais chance de conseguir ser observado com mais carinho por Muricy Ramalho.

- Ano passado tive oportunidade de estar com o grupo profissional e aprendi bastante. Descia para jogar com a mesma dedicação, respeitando eles lá embaixo. Tive a oportunidade de ser relacionado, mas não necessariamente de entrar. Esse ano é diferente, vou me dedicar ao máximo para estar melhor condicionado. Espero que seja um ano maravilhoso. No jogo-treino tentei dar o meu máximo para mostrar ao professor que estou preparado. Graças a Deus fui bem e quase fiz gol - comentou o atacante rubro-negro.

Mais tímido de todos, Thiago Santos tem características de velocidade e jogo pelo lado do campo. Segundo ele, recebeu influência do primo, o Leozinho, que depende a Penedense, de Alagoas. Além disso, pela convivência em treinos com Paulinho, que hoje está no Santos, diz ter estilo parecido.

- Tenho um primo que também é jogador, ele é mais velho, mas também é muito rápido. Sempre acompanhei ele jogar. Me espelho um pouco no Paulinho, também, que é jogador de ponta, mas independentemente deles, quero corresponder e criar a minha história aqui dentro - comentou.

A molecada também indicou outros garotos que podem integrar o elenco profissional em breve. Entre eles, o zagueiro Léo Duarte, o volante Ronaldo, o meia Matheus Sávio e os meia-atacantes Cafu e Lucas Paquetá.