Paulo Victor Reis
13/05/2016
07:45
Rio de Janeiro (RJ)

Não há mais desculpas para o Flamengo. Com um alto investimento na temporada e dez reforços, o Rubro-Negro entra pressionado por bons resultados no Campeonato Brasileiro. A cobrança da torcida tende a ser grande, até pelos resultados apresentados na temporada.

O técnico Muricy Ramalho conta com o respaldo da diretoria do clube da Gávea e tem autonomia para mexer no time – inclusive com medalhões – quando achar necessário.

A ideia no Flamengo é acumular um grande número de pontos logo nas primeiras partidas. Muricy é tetracampeão Brasileiro e um verdadeiro especialista no modelo da competição, de pontos corridos.

O clube ainda negocia a vinda de dois zagueiros para fechar o elenco no Campeonato Brasileiro. Até a chegada destes jogadores, Wallace seguirá pressionado pela torcida.

Espera-se muito de Mancuello, principal contratação para o ano. O argentino está se sentindo em casa no Flamengo, mas precisa emplacar uma sequência de bons jogos para não deixar dúvidas do seu grande potencial. Além dele, o também estrangeiro Cuéllar ainda tem algo a provar. O camisa 26 terá importante papel na equipe neste Brasileiro, responsável pela marcação de um time que ataca muito.

Campinho Flamengo
Time-base do Flamengo para o início do Campeonato Brasileiro


No ataque, Guerrero é novamente a esperança de gols. O centroavante ainda não confirmou as grandes expectativas da torcida rubro-negra, mas é, inegavelmente, um dos melhores camisas 9 do país. Com a Copa América pela frente, o peruano pode ficar novamente muito valorizado e receber sondagens para deixar o clube.

A competição nacional também será um grande teste para os jovens do Flamengo. O lateral-esquerdo Jorge, por exemplo, vive um momento de provação. Ele não vem repetindo as boas atuações da temporada passada e precisa mostrar mais para ser titular absoluto no Rubro-Negro. Além dele, há garotos no banco de reservas que serão testados durante o Brasileiro.

mancuello
Mancuelo é uma das esperanças do Flamengo (Pedro Martins/L!Press)

OLHO NELE: Mancuello

Nome: Federico Andrés Mancuello
Posição: Meio-campo
Naturalidade: Reconquista/ARG
Nascimento: 26/03/1991
Altura: 1.77m
Camisa: 23
Jogos: 13

O meia argentino foi a grande contratação do Flamengo para a temporada e é a grande esperança da torcida no setor de criação. Ele vem se sentindo em casa no Rubro-Negro, sempre muito sorridente em entrevistas e já parece um pouco identificado com o clube.

Mancu já mostrou habilidade, principalmente na bola parada, mas ainda precisa de uma sequência de bons jogos para cair, de vez, nas graças da galera. Ele tem potencial para assumir o posto de líder do Flamengo em campo. Vamos aguardar.

Riascos e Wallace - Vasco x Flamengo
O Flamengo foi eliminado pelo Vasco no Carioca (Foto: Carlos Gregório / Vasco)

MENGÃO EM 2016

Eliminação
O Flamengo foi um dos grandes incentivadores da Primeira Liga, mas foi eliminado na fase semifinal da competição, pelo Atlético-PR, por 1 a 0.

Vasco, de novo
Há nove jogos sem vencer o Vasco, o Flamengo foi eliminado pelo rival na semifinal do Carioca. O resultado deixou a torcida rubro-negro frustrada.

Derrotas

O Fla precisa se recuperar na Copa do Brasil. O Rubro-Negro já perdeu duas vezes no torneio e precisa superar o Fortaleza, no jogo de volta.

Neste ano...
Vitórias: 12
Empates: 6
Derrotas: 7
Gols pró: 41
Gols contra: 21
Somados amistosos, Primeira Liga e Campeonato Carioca

COM A PALAVRA, ANDRADE
Pentacampeão brasileiro pelo Flamengo 1980-82-83-87 e 09 (como técnico).

"Hexacampeão nacional e ídolo rubro-negro, Andrade é o atual recordista de títulos do Brasileirão. Foram cinco conquistas como jogador em menos de dez anos, sendo quatro pelo Flamengo (80, 82, 83 e 87) e um pelo Vasco (89). O sexto, como treinador do Fla em 2009, veio de forma inesperada para o até então auxiliar técnico, que assumiu a equipe na 14ª rodada da competição. Neste ano, o ex-volante acredita que o time tem condições de disputar o título.

- Futebol é uma coisa sem lógica, e o Flamengo é uma das equipes que podem surpreender. Entra com boas possibilidades de brigar lá em cima. O time demorou para encaixar em termos de contratação, mas já jogou duas competições, o Carioca e a Primeira Liga. A questão do entrosamento, a qualquer momento pode se encaixar. Quem sabe no Brasileiro.

Para Andrade, uma das dificuldades do Fla nesta temporada deve ser a ausência do Maracanã, fechado para os Jogos Olímpicos no segundo semestre.

- É um diferencial. Fundamental jogar dentro de casa, com a torcida a seu favor. Os jogadores conhecem o campo, fazem um caldeirão. É muito difícil, por exemplo, enfrentar o Santos na Vila ou o Atlético-PR na Arena da Baixada. Sem o Maraca, acho que o Fla deve jogar em Volta Redonda para evitar o desgaste das viagens".