Militão tem contrato até janeiro e pode estar de saída do clube onde foi revelado

São Paulo informou que o jogador de 20 anos passou a manhã desta segunda no Reffis (Érico Leonan/saopaulofc.net)

William Correia
23/07/2018
12:58
São Paulo (SP)

Na sexta-feira, o jornal A Bola, de Portugal, publicou uma declaração de Valdo, pai de MIlitão, dizendo que o jogador estaria livre para viajar nesta segunda-feira à Europa e se apresentar ao Porto. Ao LANCE!, porém, Valdo negou ter dado a declaração. E a manhã de segunda-feira foi de treino normal de Militão ao lado dos titulares do São Paulo.

Depois da folga geral nesse domingo, o elenco se reapresentou no CT da Barra Funda na manhã desta segunda-feira. E quem foi titular na vitória por 3 a 1 sobre o Corinthians, no sábado, no Morumbi, fez somente trabalhos físicos no Reffis. O Tricolor informou que MIlitão estava entre eles.

O jornal A Bola publicou ainda, na sexta-feira, que o clássico do fim de semana marcaria a despedida de MIlitão do São Paulo, pois o jogador de 20 anos até estaria presente no jogo do próximo sábado, contra o Newcastle, da Inglaterra, que marcará a apresentação do elenco do Porto à torcida. Mas o Tricolor, oficialmente, nem cogita essa possibilidade.

Apesar do desmentido, Militão pode estar próximo de sua saída do São Paulo. Os rumores no clube é de que a negociação com o Porto deve sair por cerca de 4 milhões de euros (aproximadamente R$ 18 milhões). Seu contrato acaba em 11 de janeiro e a posição do Tricolor é de tentar algum lucro ou segurá-lo até o fim do ano para aproveitá-lo tecnicamente, mesmo sem a chance de renovação, já que o jogador tem sido elogiado por seu empenho diante da situação - seus empresários querem negociá-lo já.

Se os titulares e Militão fizeram treino no Reffis, os reservas trabalharam no gramado. O goleiro Sidão, o meio-campista Araruna e o atacante Everton, que cumpriram suspensão no Majestoso, estavam entre eles. Realizaram atividade em campo reduzido e limitação de toques na bola, estimulando a marcação sob pressão e rapidez na troca de passes.

O próximo compromisso do São Paulo será na quinta-feira, às 19h30, contra o Grêmio, em Porto Alegre, e os únicos desfalques certos são o volante Jucilei, que trata de estiramento na coxa esquerda, o zagueiro Rodrigo Caio, em recuperação de cirurgia no pé esquerdo, e o recém-contratado lateral-direito Bruno Peres, que aprimora forma física para estrear.

Depois de 14 rodadas, a equipe do técnico Diego Aguirre aparece com 29 pontos somados, na segunda colocação do Campeonato Brasileiro, apenas um ponto atrás do Flamengo, que lidera a competição.