Felipe Melo - Palmeiras

Cesar Greco/Palmeiras

Fellipe Lucena
25/08/2017
20:11
São Paulo (SP)

O volante Felipe Melo pode ser reintegrado ao elenco do Palmeiras. O assunto foi pauta de conversas entre diretoria, comissão técnica e até lideranças do grupo de jogadores nos últimos dias. O martelo ainda não foi batido, e a posição oficial do clube é de que o atleta seguirá afastado.

De acordo com o Globoesporte.com, o diretor de futebol Alexandre Mattos e o gerente Cícero Souza intermediaram uma conversa direta entre Felipe Melo e o treinador na última quarta-feira.

A assessoria de imprensa do Palmeiras diz que este encontro não aconteceu e que o jogador pediu dispensa de treinos desta semana e da próxima para resolver problemas particulares.

Uma pessoa do clube ouvida pelo LANCE! diz que há chance de Felipe Melo voltar à rotina dos outros jogadores, mas com poucas perspectivas de ser aproveitado por Cuca nesta temporada. Para jogar, seria necessário convencer o comandante não apenas em termos técnicos e táticos, mas também de comportamento.

Felipe Melo e Cuca não se dão bem. O jogador foi afastado depois de fazer um comentário ofensivo sobre o técnico no vestiário do Mineirão, após a eliminação da Copa do Brasil, diante do Cruzeiro. O vazamento do áudio em que ele chamava Cuca de "mentiroso e mau caráter" agravou a situação e fez com que ele passasse a treinar em horários alternativos.

Questionado na terça-feira sobre a possibilidade de voltar a aproveitar o camisa 30, Cuca disse que esse assunto não cabe a ele, mas à diretoria.

Mattos chegou a ter uma reunião com os advogados do jogador para discutir a possibilidade de rescindir o contrato - que vence no fim de 2019 - de forma amigável. Não houve acordo. Felipe Melo não se interessou pelas sondagens que recebeu de outros clubes e chegou a notificar o Palmeiras extrajudicialmente, alegando que não estava recebendo as mesmas condições de trabalho dos outros jogadores e solicitando sua reintegração. Até poucos dias atrás, o clube tratava esta possibilidade como impossível.